Évora acolhe projeto de nova aeronave. Pode criar 1.200 empregos

  • Lusa
  • 25 Setembro 2020

Programa ATL-100 visa “o desenvolvimento e industrialização de uma aeronave ligeira de nova geração para um mercado de curtas distâncias”.

O primeiro programa aeronáutico completo de Portugal, o ATL-100, para desenvolver, fabricar e operar uma nova aeronave ligeira, é apresentado na sexta-feira em Évora, numa parceria entre o CEiiA e a empresa brasileira DESAER.

O Programa ATL-100 resulta de uma joint-venture entre o CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto e a DESAER e vai ficar centrado na cidade alentejana, que já acolhe diversas empresas na área da aeronáutica, como as duas fábricas da construtora brasileira Embraer.

“Com este programa, queremos reforçar de forma definitiva aquele que é o polo aeronáutico nacional em Évora, com o desenvolvimento de um programa completo e inovador que nos permite criar um novo integrador a partir de Portugal, para a industrialização e operação de aeronaves de nova geração”, destacou Miguel Braga, da direção do CEiiA.

Já Roberto Figueiredo, acionista da DESAER, considerou que “esta parceria, que agrega competências complementares do setor aeroespacial de Portugal e do Brasil, além de ser um importante projeto de inovação tecnológica e de criação de emprego em ambos os países, assume ainda mais relevância num contexto de crise do setor provocado pela pandemia” da Covid-19.

A cerimónia de lançamento começa às 16:30, nas instalações do CEiiA no Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia (PACT), estando presentes no encerramento, às 17:20, os ministros da Coesão Territorial e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Ana Abrunhosa e Manuel Heitor.

Este é o “primeiro programa aeronáutico completo que vai desde o desenvolvimento, industrialização e operação de aeronaves de nova geração a partir de Portugal”, destacou o CEiiA, revelando que o “trunfo” do país para atrair esta iniciativa “resulta da capacidade criada nos últimos anos em programas como o KC-390”, a aeronave militar da Embraer.

No KC-390, o CEiiA foi responsável com a OGMA, por três importante estruturas do avião, desde a fase preliminar de desenvolvimento, passando pelo fabrico e até à certificação, num total de mais de 500 mil horas de engenharia da responsabilidade daquele centro.

O Programa ATL-100 visa “o desenvolvimento e industrialização de uma aeronave ligeira de nova geração para um mercado de curtas distâncias”.

A nova aeronave ligeira a desenvolver, fabricar e operar vai ser “multi-configurável para maior flexibilidade na logística de passageiros e mercadorias”, sendo desenhada “para menores custos operacionais e maior sustentabilidade” e “prevendo a evolução para plataforma neutra em carbono”, acrescentou.

Com um cronograma de desenvolvimento “a cinco anos”, o programa prevê o envolvimento de “mais de 30 empresas e universidades nacionais e internacionais, nomeadamente ligadas aos programas como o MIT”.

Os promotores estimam que o programa “tenha um impacto direto de 1.200 empregos qualificados” criados na região do Alentejo, pode ler-se no comunicado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Évora acolhe projeto de nova aeronave. Pode criar 1.200 empregos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião