BRANDS' ECO 3XL e Binary Subject são empresas Gazela há vários anos

  • BRANDS' ECO
  • 28 Setembro 2020

A 3XL e a Binary Subject foram, mais uma vez, apuradas como empresas Gazela, desta feita em 2019. As duas fazem parte de um conjunto de empresas que são Gazelas há vários anos consecutivos.

Com sede em Viseu e em Torres Vedras, respetivamente, a 3XL e a Binary Subject estão entre as empresas distinguidas pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) como Empresas Gazela há vários anos – a primeira há três anos e a segunda há quatro.

As duas empresas atuam em áreas de negócio muito diferentes – a 3XL dedica-se à segurança privada e a Binary Subject à área tecnológica.

Relação de confiança com os clientes é um dos segredos da 3XL

A 3XL foi criada em 2012, mas só iniciou funções como empresa de segurança privada em 2013, após atribuição do Alvará pela Direcção Nacional da PSP. Os serviços que presta podem passar por vigilância em eventos e espetáculos, recintos desportivos e ainda por vigilância estática ou rondas móveis.

A 3XL é empresa Gazela há já 3 anos consecutivos.3XL

Mesmo sendo relativamente recente, a 3XL tem conseguido cumprir todos os requisitos necessários para ser considerada Gazela nos últimos anos. Foi distinguida, pela primeira vez, há 3 anos e, desde então, tem vindo a conseguir manter a distinção.

Planeamento, coordenação e supervisão” foram os fatores apontados por Fernando Marques, CEO da empresa, para conseguirem a distinção. A aposta na formação contínua dos colaboradores foi também mencionada. “Somos uma equipa com colaboradores de excelência e com forte dedicação à empresa”, acrescentou o CEO.

"Temos uma capacidade de resposta rápida e eficiente às solicitações dos clientes, em diferentes áreas de atividade. Por esse motivo, o volume de negócios tem vindo a aumentar de forma consistente.”

Fernando Marques

CEO 3XL

Prestar um serviço de supervisão constante aos diversos postos de trabalho é um dos “segredos” da 3XL. É este método que leva a uma relação de proximidade e confiança que pretendem sempre criar com os clientes, a fim de os deixar satisfeitos com a prestação de serviço.

“Temos uma capacidade de resposta rápida e eficiente às solicitações dos clientes, em diferentes áreas de atividade. Por esse motivo, o volume de negócios tem vindo a aumentar de forma consistente”, revelou Fernando Marques.

Focado neste crescimento e com a ambição de melhorar cada vez mais os serviços da 3XL, o CEO admite que receber a distinção de empresa Gazela por vários anos consecutivos é também um incentivo com um misto de três sentimentos: “Orgulho, satisfação e responsabilidade”.

Binary Subject aposta no marketplace tecnológico

Constituída em 2011, a Binary Subject funciona como um marketplace tecnológico. Ou seja, divulga produtos, serviços e empresas através de banners, apresentações multimédia, spots e outros meios informáticos. Além disso, ainda faz a gestão da monitorização de portais web e comercializa produtos na área da impressão.

“Esta plataforma tecnológica, desenvolvida 100% em Portugal, permite que Pequena e Médias Empresas, em 21 países da Europa e das Américas, sejam fornecidas por fábricas industriais, que antes só estavam ao acesso de grandes empresas”, começou por dizer José Salgado, cofundador da empresa.

José Salgado, co-fundador da Binary Subject.

A Binary Subject conta já com mais de um milhão de clientes em todos os países com quem tem parceria, facto que José Salgado encara como uma conquista. O cofundador afirmou ainda que o sucesso alcançado é sustentado por dois pilares: equipa e tecnologia.

“Temos uma equipa que une talento e dedicação em torno de uma visão: democratizar o acesso dos pequenos e médios negócios a produtos customizados.
Para concretizar essa visão, desenvolvemos todos os dias a tecnologia proprietária e complexa que está por detrás do nosso marketplace inteligente”, explicou José Salgado.

"É um reconhecimento do trabalho de equipa que tem sido desenvolvido nos seis anos de vida da empresa. Ser apurada como empresa Gazela reflete o enorme sucesso nacional e internacional.”

José Salgado

Cofundador Binary Subject

A empresa tem como lema ser “obsessiva com as necessidades do cliente”, palavras do cofundador, que acrescenta: “Para o conseguir, a nossa tecnologia é desenvolvida a pensar como resolver os pain points de ambos os lados do marketplace, de forma escalável”.

O rápido crescimento da Binary Subject refletiu-se em 30 milhões de euros de faturação em 2019. A este facto junta-se ainda o reconhecimento por mais um ano consecutivo como empresa Gazela, título que detém há quatro anos.

“É um reconhecimento do trabalho de equipa que tem sido desenvolvido nos seis anos de vida da empresa. Ser apurada como empresa Gazela reflete o enorme sucesso nacional e internacional”, rematou.

Consulte aqui​ o estudo completo, com a listagem das empresas.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

3XL e Binary Subject são empresas Gazela há vários anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião