Estímulos à economia puxam por Wall Street

A Administração de Trump propôs um pacote de estímulos e 1,5 biliões de dólares para ajudar a economia norte-americana a travar o impacto negativo resultante do novo coronavírus.

Os principais índices bolsistas norte-americanos arrancaram o mês de outubro em alta. Os investidores mostraram-se confiantes relativamente a um novo pacote de apoio orçamental com vista a fazer face ao impacto económico negativo resultante da pandemia apesar dos números desanimadores do emprego.

Na abertura de Wall Street, o S&P 500 avançava 0,68%, para 3.385,87 pontos, enquanto o Dow Jones somava 0,57%, para 27.940,63 pontos. Já o Nasdaq valorizava 1,11%, para 11.291,99 pontos.

O Governo de Trump propôs um novo pacote de estímulos no valor de mais de 1,5 biliões de dólares, que inclui 20 mil milhões de dólares de ajuda para o setor de aviação, disse o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, na quarta-feira.

Os títulos do setor da aviação estão a reagir de forma positiva face à possibilidade dessa ajuda suplementar. As ações da American Airlines, United Airlines e JetBlue Airways sobem 1,88%, 0,46% e 0,88%, respetivamente.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Estímulos à economia puxam por Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião