Governo vai integrar 2.995 trabalhadores no SNS

O Governo vai converter os contratos dos profissionais integrados no Serviço Nacional de Saúde durante a pandemia para o regime sem termo.

O Governo aprovou a integração de 2.995 trabalhadores no Serviço Nacional de Saúde (SNS), no Conselho de Ministros desta quinta-feira. Estes trabalhadores, de vários grupos profissionais, foram contratados num regime excecional durante a pandemia, sendo que será feita a conversão dos seus contratos. A este conjunto somam-se ainda os concursos habituais de recrutamento de pessoal médico, atingindo assim a meta de reforço prevista pela Governo este ano.

“Pretende-se integrar 2.995 trabalhadores no SNS, distribuídos por vários grupos profissionais (enfermeiros, técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, assistentes técnicos e operacionais), sem prejuízo de contratações de profissionais de saúde, ao abrigo de procedimentos concursais específicos”, lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

Entre estes trabalhadores encontram-se 1.320 assistentes operacionais, 912 enfermeiros, 480 assistentes técnicos, 220 técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica e 63 outros profissionais, esclareceu a ministra da Saúde, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros. O diploma prevê a “conversão dos contratos celebrados a termo ao abrigo do regime excecional por contratos sem termo”, acrescentou.

A ministra salientou que estes trabalhadores não englobam os “concursos habituais de recrutamento de pessoal médico que estão a decorrer”, que abrangem 911 postos para médicos hospitalares, 39 para médicos de saúde pública e 435 postos para especialistas de medicina geral e familiar.

O total de profissionais que serão contratados este ano para o SNS chega assim aos 4.380. “Com este somatório ficaremos de acordo com o quadro de referência de reforço do SNS para este ano em termos de recursos humanos”, sinaliza a ministra. Este reforço previa a contratação de 8.400 profissionais em 2020 e 2021, sendo que a metade correspondente a este ano foi assim ultrapassada.

(Notícia atualizada às 14h00)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo vai integrar 2.995 trabalhadores no SNS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião