Depois do recorde, há 1.090 novos casos de Covid-19 e morreram mais 13 pessoas

As autoridades de saúde encontraram 1.090 novos casos de Covid-19, o quarto dia consecutivo de registos acima do milhar. Morreram mais 13 pessoas da doença.

Depois de ter batido o recorde de novos casos de Covid-19 no sábado, Portugal registou mais 1.090 novas infeções este domingo, uma subida diária de 1,27% que eleva para 86.664 o total de casos já confirmados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

É o quarto dia consecutivo acima da fasquia do milhar de novas infeções diárias, depois de a barreira ter sido ultrapassada na quinta-feira. Desde então, a DGS já detetou mais de 5.400 novas infeções, o que sugere uma degradação da situação pandémica.

Há agora 31.397 pessoas (casos ativos) a lutarem contra a doença, mais 693 pessoas do que no balanço anterior. Além disso, nas últimas 24 horas morreram mais 13 pessoas de Covid-19, num total de 2.080 vítimas mortais provocadas pelo novo coronavírus no país, indica a DGS.

A grande maioria das novas infeções foi detetada na região Norte do país, mais concretamente 625, e seis novos óbitos. A região de Lisboa e Vale do Tejo surge em segundo lugar com 329 novas infeções e, também, seis novos óbitos a lamentar. Mantendo a tendência das últimas semanas, o Centro é a terceira região mais fustigada, tendo sido identificados 82 novos casos de Covid-19, mas nenhuma morte ao longo do último dia.

Quanto à caracterização clínica, a maioria das pessoas que estão infetadas está a recuperar no domicílio, evitando-se assim o colapso do sistema de saúde. Mas há mais 12 pessoas internadas em enfermaria geral, num total de 843, e mais duas em unidades de cuidados intensivos, num total de 124, representando estas o universo de casos mais graves e que inspiram maiores cuidados médicos.

O último boletim diário da DGS mostra, por fim, existirem mais 384 pessoas dadas como recuperadas da doença, num total de 53.187 no país. Há também 48.413 pessoas sob vigilância ativa das autoridades de saúde, por terem estado perto de doentes entretanto diagnosticados com Covid-19, um aumento expressivo de 811 face a sábado.

Boletim epidemiológico de 11 de outubro

Os números diários de novas infeções por Covid-19 atingiram um máximo histórico este sábado, quando a DGS reportou ter detetado 1.646 novas infeções, um aumento de quase 2% em relação a sexta-feira, bem como um aumento de mais de 1.000 nos casos ativos, para um patamar acima das 30 mil pessoas.

A manutenção de números elevados de novos casos sugere uma deterioração significativa da situação pandémica em Portugal, perante a retoma da atividade económica após as férias do verão e o regresso do ensino presencial. No entanto, apesar de o número de novos casos ser mais elevado do que nos meses de março e abril, estão também a ser feitos mais testes do que nesse período.

(Notícia atualizada pela última vez às 13h46)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Depois do recorde, há 1.090 novos casos de Covid-19 e morreram mais 13 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião