Caixa pede insolvência do grupo de Manuel Fino

  • ECO
  • 13 Outubro 2020

Grupo de Manuel Fino devia ao banco público 259 milhões de euros no ano passado. Agora, a CGD avançou para tribunal com um pedido de insolvência do grupo que tem um ativo de apenas 11 mil euros.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) avançou com pedidos de insolvência para duas empresas de Manuel Fino: Manuel Fino SGSP e a Investifino, avança o jornal Expresso (acesso pago). As ações deram entrada no Tribunal de Sintra esta segunda-feira.

Em maio de 2019, José Manuel Fino, filho do histórico investidor, revelou que o grupo devia à CGD cerca de 260 milhões de euros. Porém, também adiantou que a empresa não dispunha de meios financeiros para saldar essa dívida. “Não existe mais património. Todos os seus recursos estavam investidos em projetos. Estes foram os últimos investimentos do ciclo da vida empresarial”, disse José Manuel Fino aos deputados, durante a comissão de inquérito à Caixa.

O Expresso refere que o ativo reportado pelo grupo ascendia a apenas 11 mil euros. Tanto o banco público como José Manuel Fino recusaram comentar os pedidos de insolvência em tribunal.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Caixa pede insolvência do grupo de Manuel Fino

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião