“Tenho dificuldade em perceber que um OE com estas características não seja aprovado”, diz João Leão

  • ECO
  • 17 Outubro 2020

Leão garante que o Governo mantém abertura para negociar com os parceiros parlamentares e sublinha que tem "dificuldades em perceber" que OE não seja aprovado.

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, considera que a proposta de Orçamento do Estado para 2021 apresentada na Assembleia da República é a que “o país precisa” e garante que reflete as preocupações que o Executivo trabalhou “desde o início do verão com os parceiros parlamentares”. Em entrevista ao Dinheiro Vivo e à TSF, o governante atira por isso: “Tenho dificuldade em perceber que um orçamento com estas características não seja aprovado”.

Numa altura em que o OE ainda não tem aprovação na generalidade garantida, o ministro das Finanças sublinha que o Governo mantém o “espírito de diálogo”, permanecendo aberto a “negociar de forma equilibrada”. “Temos de dar respostas ao país e ser responsáveis”, frisa, referindo que a proposta apresentada ao Parlamento já reflete contributos do Bloco de Esquerda e do PCP.

“O essencial é que seja aprovado”, acrescenta João Leão. O governante avisa que a instabilidade política “é muito má para o ambiente económico e a credibilidade internacional do país”, mas reconhece que o Orçamento poderá ser aprovado “de diferentes formas” (o PS precisa de oito votos favoráveis ou de 15 abstenções, além dos 108 votos a favor dos deputados socialistas). “Não há formas fechadas de o aprovar e nós contamos aprová-lo, como sempre, com os parceiros à esquerda“, remata o ministro, que não exclui a possibilidade de vir a ser necessário um Orçamento Suplementar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Tenho dificuldade em perceber que um OE com estas características não seja aprovado”, diz João Leão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião