Espanhóis da GBS Finance reforçam área de M&A em Portugal

  • ECO
  • 20 Outubro 2020

Eduardo Fernández Espinar e Gonçalo Adrião foram contratados pelo banco de investimento para reforçar a equipa de fusões e aquisições da GBS Finance em Lisboa.

O banco de investimento espanhol GBS Finance está a reforçar a presença em Portugal, com especial foco na área de fusões e aquisições (M&A, na sigla em inglês). A instituição financeira contratou dois novos executivos para este segmento: Eduardo Fernández Espinar (que trabalhou na consultora McKinsey e foi administrador do grupo Media Capital), bem como Gonçalo Adrião (que vem da financeira Alantra), segundo avança o Cinco Días (acesso livre / conteúdo em espanhol).

Apesar da pandemia de Covid-19 ter limitado os negócios, ainda há operações a acontecer, com especial destaque para as de média e grande dimensão. De acordo com o Transaction Track Record (TTR), o número de transações em Portugal caiu 26% entre janeiro e setembro, face a igual período do ano passado, mas o valor agregado dos negócios subiu 90%. É nesta área que o banco de investimento espanhol — que entrou em Portugal em 2011 e está presente também noutros países do Sul da Europa, América Latina e China — que reforçar o negócio.

“Eduardo e Gonçalo trazem à nossa equipa uma vasta experiência e conhecimento do tecido empresarial português”, diz o presidente da GBS Finance, Pedro Gómez de Baeza, ao Cinco Días, sobre as duas novas contratações para o escritório de Lisboa. “Ambos vão ajudar a reforçar o nosso plano estratégico e o compromisso da GBS Finance com Portugal, um mercado onde temos tido a honra de trabalhar com grandes grupos familiares como Amorim, José de Mello, Edifer, Salvador Caetano, Nutrinveste…“, acrescenta.

Eduardo Fernández Espinar vai desempenhar funções como conselheiro sénior. Após ter começado a carreira na McKinsey em Lisboa, foi diretor de operações do grupo Media Capital e co-fundou o grupo financeiro Patris Investimentos, dona da Real Vida Seguros e é ainda administrador da Neurohelvetia. Já Gonçalo Adrião, que será administrador da GBS Finance, participou numa série de operações de M&A enquanto senior manager de corporate finance na PwC antes de ocupar o cargo de diretor de fusões e aquisições na Alantra Portugal.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Espanhóis da GBS Finance reforçam área de M&A em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião