Alemanha encerra parcialmente durante um mês a partir de 2 de novembro

  • Lusa
  • 28 Outubro 2020

Alemanha decreta o encerramento parcial, durante quatro semanas, de restaurantes, bares e teatros devido ao elevado número de infetados por Covid-19.

O Governo alemão decretou esta quarta-feira, entre outras medidas, o encerramento parcial, durante quatro semanas, de restaurantes, bares e teatros devido ao elevado aumento de casos da pandemia da Covid-19 na Alemanha.

Segundo a chanceler alemã, Angela Merkel, e os poderes regionais concordaram no encerramento, ao longo de novembro, também em proibir a oferta cultural, mantendo, no entanto, “enquanto for possível”, abertas as escolas e o comércio.

Merkel sublinhou que deverão ser limitados ao mínimo os contactos sociais e as reuniões entre pessoas que não convivem, adiantando que as restrições entrarão todas em vigor a 02 de novembro com o objetivo de “evitar uma emergência sanitária nacional” face ao avanço da pandemia do novo coronavírus.

Por outro lado, prosseguiu, todas as competições desportivas profissionais decorrerão sem púbico a partir de segunda-feira.

O Governo alemão também anunciou esta quarta-feira um novo programa de ajuda de emergência, que poderá atingir os 10.000 milhões de euros, para apoiar os setores económicos afetados pelo endurecimento das restrições na luta contra a pandemia.

Os apoios serão atribuídos para compensar a perda de receitas que as novas restrições vão provocar a partir de segunda-feira.

A decisão foi tomada numa videoconferência entre Merkel e os 16 governos federais, responsáveis pela imposição e posterior alívio das restrições.

“Temos de agir, e agora, para evitar que o país entre numa emergência sanitária nacional”, sublinhou a chanceler alemã.

Merkel apelou à população para evitar fazer viagens desnecessárias e adiantou que os hotéis não vão ter a possibilidade de acomodar pessoas em viagens de turismo.

A decisão surge algumas horas depois de a agência de controlo sanitário alemã ter confirmado um novo recorde de casos diários de Covid-19 no país, ao contabilizar 14.964 infeções, elevando o total acumulado para 449.275 contaminados.

A Alemanha, com cerca de 83 milhões de habitantes, também registou mais 27 mortes relacionadas com o novo coronavírus, contabilizando agora um total de 10.098 óbitos.

“Podemos dizer que o nosso sistema de saúde pode lidar com o desafio hoje. Mas, se o ritmo das infeções continuar assim, chegaremos ao limite do que pode administrar dentro de algumas semanas”, afirmou Merkel.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 44 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Alemanha encerra parcialmente durante um mês a partir de 2 de novembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião