2 de dezembro às 9h00 arranca Webconference “Portugal na vanguarda do hidrogénio verde”

  • Capital Verde
  • 23 Novembro 2020

Em formato webconference, não é necessário fazer inscrição para assistir e todos os painéis serão difundidos ao longo da manhã nos sites do ECO e do Capital Verde.

Como criar de raiz uma cadeia de valor para o hidrogénio verde enquanto gás renovável do futuro? Que modelos de negócio estão hoje em desenvolvimento? Quer oportunidades de investimento há para as empresas? Será o hidrogénio verde rentável? Como vai ser financiado para não onerar os consumidores? Estes são alguns dos pontos que estarão em debate na primeira conferência do Capital Verde, inteiramente dedicada ao hidrogénio verde, que arranca esta quarta-feira, 2 de dezembro, às 9h

Tanto em Portugal como na Europa, o hidrogénio limpo, sem emissões de carbono, é um dos assuntos mais quentes do momento no contexto de uma transição energética obrigatória. Quando se assinala neste momento em Bruxelas a primeira edição da Semana Europeia do Hidrogénio, este será o tópico central da conferência “Portugal na Vanguarda do Hidrogénio Verde na Europa”, organizada pelo Capital Verde e difundida online.

Em formato webconference, não é necessário fazer inscrição para assistir e todos os painéis serão difundidos ao longo da manhã nos sites do ECO e do Capital Verde. Pode assistir aqui.

Criada com o objetivo de debater os contornos económicos deste gás renovável do futuro, com Portugal a anunciar a sua produção (ainda que em pequena escala) ainda este ano, a conferência contará com a participação de João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e da Ação Climática, e vários oradores nacionais e internacionais de referência na área.

Christian Weinberger, responsável da Direção Geral para o Mercado Interno, Indústria, Empreendedorismo e PME da Comissão Europeia, será um dos keynote speakers da sessão, que será dividida em dois painéis.

No primeiro painel vamos ouvir algumas das empresas que já estão a desenvolver projetos de hidrogénio em Portugal, como a Bondalti, a Caetano Bus e a Fusion Fuel, entre outras, num debate sobre os desafios e as oportunidades, a avaliação dos custos, investimentos e retorno do hidrogénio. Será rentável?

O segundo painel leva a debate a questão “Como lançar a economia do hidrogénio?” e espera responder a perguntas tais como: como viabilizar a descarbonização da economia portuguesa e europeia, através da utilização de hidrogénio limpo? Que meios temos ao dispor para implementar esta descarbonização de forma sustentável para a economia e a sociedade? O que a sociedade, nas várias vertentes – ambiente, cultura, educação, inovação, retenção de talento – tem a ganhar com esta nova tecnologia? Como o hidrogénio limpo é visto pelas forças vivas da sociedade?

A conferência “Portugal na Vanguarda do Hidrogénio Verde na Europa” é organizada pelo ECO/Capital Verde e conta com o apoio da EDP, REN, Martifer, Vestas, Galp e PLMJ.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

2 de dezembro às 9h00 arranca Webconference “Portugal na vanguarda do hidrogénio verde”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião