Huawei Portugal: “Maior desafio de um evento online é criar impacto”

Huawei reforçou parceria com o Web Summit. Diogo Madeira da Silva acredita que tecnologia permitirá escalar evento tecnológico para versão híbrida, mantendo conferência em Lisboa.

Um dos maiores desafios para as empresas, em matéria de marcar presença num evento que se digitalizou como o Web Summit, é encontrar uma forma de contar a história que se quer dar a conhecer. Esse é, pelo menos, um dos maiores desafios que a Huawei aponta para a preparação da edição de 2020 do Web Summit.

“Há uma enorme expectativa relativamente ao Web Summit, porque este ano será algo completamente diferente. Há uma grande curiosidade de saber como pegámos numa das maiores conferências de tecnologia do mundo e a digitalizámos”, explica Diogo Madeira da Silva, em conversa com o ECO. “O desafio das empresas nestes eventos é criar impacto e passar a mensagem e, por isso a Huawei criou uma ideia central, que parte de promover inovação na era digital”, assinala ainda. Veja a entrevista completa em vídeo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Huawei Portugal: “Maior desafio de um evento online é criar impacto”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião