Oito voos cancelados do Reino Unido. TAP em “permanente avaliação” da situação

Devido a nova estirpe da Covid-19 no Reino Unido, Portugal limitou a entrada de passageiros vindo do Reino Unido. É, no entanto, permitida a entrada de nacionais e residentes com teste negativo.

As companhias aéreas easyJet, British Airways, Tui Airways e Jet2 já estão a cancelar voos do Reino Unido para Portugal. A evolução epidemiológica no Reino Unido, onde foi identificada uma variante mais contagiosa do novo coronavírus, levou o Governo português a decretar restrições aos passageiros de voos vindos do Reino Unido à entrada de Portugal. No entanto, é permitido o regresso de portugueses e a TAP continua a operar.

O Governo português decretou este domingo restrições à entrada em Portugal de passageiros de voos provenientes do Reino Unido, que passou, desde a meia-noite, a ser permitida apenas a cidadãos nacionais ou legalmente residentes em Portugal. Mas — com a entrada vedada a todos os que não sejam residentes ou nacionais — a rentabilidade da rota cai e há já oito cancelamentos, apurou o ECO.

A easyJet cancelou dois voos que estavam previstos para esta segunda-feira para Portugal continental. Um iria sair de Londres e chegar a Lisboa às 10h25 e o outro chegaria ao Porto às 12h00. A British Airways não vai operar um voo que chegaria a Lisboa às 21h55 vindo de Londres.

Para a Madeira, foram cancelados cinco voos que deveriam ter chegado de Londres às 10h55 (easyJet), às 11h20 de Bristol (easyJet), às 11h35 de Londres (Tui Airways), às 14h25 de East Midlands (Jet2) e às 18h00 de Londres (easyJet). Para os Açores não há, para já, cancelamentos.

Desde a madrugada, aterrou em Portugal um voo da TAP, às 8h39, da capital britânica para a portuguesa. Chegou também um outro voo da operadora portuguesa, às 10h55, vindo de Londres em direção ao Porto e outro da easyJet com rumo a Faro (da easyJet). Questionada pelo ECO sobre está a planear alterações, fonte oficial da companhia aérea portuguesa não deu garantias: “a TAP não cancelou qualquer voo até ao momento. A situação está em permanente avaliação“.

Questionado sobre como será garantido o regresso de portugueses e residentes em Portugal ao país, o Ministério dos Negócios Estrangeiros também não respondeu. Desde esta segunda-feira só entram em Portugal passageiros vindos do Reino Unido que tenham nacionalidade ou residência no país. E, à chegada, têm ainda de apresentar um teste negativo à Covid-19. Quem não o tiver, tem de realizar o teste ainda no interior do aeroporto, através de profissionais de saúde habilitados para o efeito, ficando depois em isolamento à espera do resultado.

O agravamento das medidas deve-se ao alerta feito pelas autoridades britânicas à Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a descoberta da nova variante do SARS-CoV-2, que é mais facilmente transmissível, embora não haja provas de que seja mais letal ou que possa ter impacto na eficácia das vacinas desenvolvidas. Em Portugal, não se confirma a circulação desta nova variante do vírus.

(Notícia atualizada às 13h10 com comentário da TAP)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Oito voos cancelados do Reino Unido. TAP em “permanente avaliação” da situação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião