Pagar bónus na banca em 2020 “não é prática adequada”, avisa Centeno

Centeno foi questionado sobre os bónus de dois milhões de euros no Novo Banco e considerou que "não é uma prática adequada" fazê-lo em tempos de pandemia.

Os bónus do Novo Banco foram um dos temas que levaram Mário Centeno ao Parlamento esta terça-feira. Essa questão surgiu apenas duas horas depois da audição ter começado. Sobre esse ponto, o governador do Banco de Portugal foi claro: pagar bónus em 2020 não é “uma prática adequada”.

Em relação ao caso em concreto do Novo Banco, o assunto foi suscitado por André Silva, do PAN, que questionou Mário Centeno sobre os bónus diferidos de dois milhões de euros atribuídos no Novo Banco, depois de o banco ter registado prejuízos superiores a mil milhões de euros a que se seguiu um pedido uma compensação ao Fundo de Resolução no valor de 1.037 milhões.

Mário Centeno começou por fazer um exercício teórico: “Pode haver situações em que o resultado negativo tenha subjacente um desempenho de excelência de quem dirige uma instituição“.

Logo a seguir, lembrou a resposta dada logo em maio pelo Fundo de Resolução. “O Fundo de Resolução teve uma posição contrária aos interesses e visão do Novo Banco em relação a esta matéria, (…) fê-lo saber e fez refletir essa decisão no valor em que foi feita a injeção de capital em 2020”, disse. Em vez dos 1.037 milhões, o Fundo de Resolução só transferiu 1.035 milhões para o banco.

Em todo o caso, Centeno frisou que o supervisor não vê “como adequada esta prática em 2020” pois os bancos devem proteger o capital em face dos desafios da pandemia que ainda não estão ultrapassados.

“Todos devemos ter bastante cautela. (…) Quero sublinhar que essa avaliação deve ser feita no contexto em que existe capital nos bancos”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pagar bónus na banca em 2020 “não é prática adequada”, avisa Centeno

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião