Popularidade de Marcelo recua para 62% e a de Costa estabiliza

  • ECO
  • 1 Janeiro 2021

A popularidade do Presidente da República medida em avaliações positivas sofreu uma queda de 12 pontos percentuais em dezembro. A do primeiro-ministro manteve-se pouco alterada.

Depois de uma subida entre outubro e novembro, a popularidade do Presidente da República e recandidato ao cargo sofreu um deslize em dezembro. Já a do primeiro-ministro manteve-se estável.

O barómetro mensal da Aximage para o JN, DN e TSF mostra que 62% dos inquiridos dão nota positiva (muito boa ou boa) a Marcelo Rebelo de Sousa. Apesar de elevado, o valor representa uma redução de 12 pontos percentuais face ao barómetro anterior.

Quanto ao primeiro-ministro, 55% dos inquiridos avaliam positivamente a atuação de António Costa, uma queda de um ponto percentual.

De acordo com a ficha técnica do estudo, esta sondagem assentou em inquéritos realizados entre 19 e 22 de dezembro a uma amostra representativa de 812 pessoas maiores de 18 anos em Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Popularidade de Marcelo recua para 62% e a de Costa estabiliza

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião