Galp Energia dispara 6% à boleia do petróleo. Lisboa sobe

A bolsa de Lisboa encerrou com ganhos, impulsionada pelos títulos da Galp Energia. A petrolífera disparou quase 6% à boleia do petróleo, que subiu cerca de 4%.

A bolsa nacional encerrou a valorizar, animada pelo desempenho de dois pesos pesados: o BCP e a Galp Energia. Os holofotes desta sessão estiveram focados no petróleo, que valorizou cerca de 4%, cotando à volta dos 50 dólares. Por outro lado, EDP e EDP Renováveis impediram uma subida mais expressiva do índice. Lisboa contrariou, assim, a tendência negativa que se viveu nas restantes praças europeias.

O PSI-20 subiu 0,31% para 5.008,53 pontos, naquela que é a segunda sessão consecutiva de ganhos. Das 18 cotadas nacionais, oito encerraram no vermelho e dez no verde.

A impulsionar o índice de referência nacional estiveram as ações da Galp, que avançaram 5,69% para 8,984 euros, o valor mais alto desde 11 de dezembro e a valorização mais elevada desde 24 de novembro.

Este desempenho da petrolífera nacional deve-se ao petróleo, que está a ser o destaque desta terça-feira. Esta segunda-feira, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros países aliados (OPEP+) reuniram-se para discutir a estratégia a adotar a partir de fevereiro, mas não houve um consenso e a decisão acabou adiada para esta terça-feira, numa nova videoconferência.

Neste encontro deve ser decidido manter os níveis de produção inalterados, uma perspetiva está a impulsionar os preços da matéria-prima. O Brent subiu 3,56% para 52,91 dólares e o WTI valorizou 4,28% para 49,66 dólares.

Ainda a puxar pelo PSI-20 esteve o BCP que avançou 4,31% para 0,307 euros, acompanhado pela Sonae que somou 2,87% para 0,68 euros.

Pelo contrário, a impedir uma subida mais acentuada do índice de referência nacional estiveram as cotadas da família EDP. A EDP caiu 1,27% para 5,304 euros, enquanto a EDP Renováveis desvalorizou 2,91% para 23,35 euros, representando a maior descida desta sessão.

Nas quedas, destaque ainda para a Jerónimo Martins, que recuou 0,11% para 14,09 euros, e para a Navigator que caiu 1,05% para 2,462 euros.

Naquela que foi a segunda sessão do ano, Lisboa contrariou a tendência negativa que se viveu nas restantes praças europeias, num dia em que o índice de referência europeu, Stoxx-600, perdeu 0,31% para 400,44 pontos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp Energia dispara 6% à boleia do petróleo. Lisboa sobe

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião