OMS avisa que “imunidade de grupo” não chegará em 2021

Apesar da chegada das primeiras vacinas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que a "imunidade de grupo" ainda não será conseguida durante o ano de 2021.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que, apesar da entrada no mercado das primeiras vacinas contra a Covid-19, a muito esperada “imunidade de grupo” não chegará durante o ano de 2021. A notícia foi avançada pela AFP.

A imunidade de grupo dá-se quando uma parte significativa da população tem anticorpos contra a Covid-19, nomeadamente por via da vacinação ou de terem contraído a doença. O conceito representa também um aspeto importante da luta contra a pandemia, visto que, quanto maior a imunidade da população, mais difícil se torna a propagação do novo coronavírus.

Apesar de a vacinação ter arrancado ainda no ano de 2020, antes até do que era esperado, o facto de a OMS considerar agora que essa imunidade não será atingida este ano representa um balde de água fria nas expectativas sobre o fim da pandemia.

Milhões de cidadãos e empresas em todo o mundo aguardam há meses pelo regresso da normalidade pré-pandemia, depois de um ano em que o coronavírus parou economias e provocou quase dois milhões de mortes. Já foram registados pelo menos 90,4 milhões de casos em todo o mundo.

(Notícia atualizada pela última vez às 19h01)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

OMS avisa que “imunidade de grupo” não chegará em 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião