Já há sucessor de Merkel na liderança da CDU alemã

Com uma maioria de 521 votos dos 1.001 delegados chamados a votar, Armin Laschet bateu Friedrich Merz (que obteve 466) na segunda volta do sufrágio.

O presidente do estado alemão da Renânia do Norte – Vestefália, Armin Laschet, foi eleito o novo líder da CDU, sucedendo à chanceler Angela Merkel. O maior partido alemão foi a votos este sábado (num congresso digital), sendo que Laschet concorria contra Friedrich Merz e Norbert Röttgen, poucos meses antes das legislativas que, a 26 de setembro, irão eleger o novo chanceler.

Na primeira volta, os 1.001 delegados deram 385 votos a Friedrich Merz (ex-líder parlamentar, conservador e rival histórico de Merkel desde a década de 90), 380 a Armin Laschet e 224 a Norbert Röttgen (advogado, deputado e o mais jovem dos três). Mas na segunda volta, o partido mudou a preferência, tendo Laschet conseguido 521 votos, contra 466 de Merz.

Aos 59 anos, Laschet é o único dos três candidatos que faz, atualmente, parte de uma estrutura governativa. Desde 2017 que é chefe do governo regional do estado da Renânia do Norte-Vestefália, o segundo maior e mais populoso estado federado alemão. Membro do partido desde os 18 anos, identifica-se com a ala centrista de Merkel, sendo por isso mesmo o candidato preferido da atual chanceler.

Entrou no mundo da política como assessor de Rita Süssmuth, antiga presidente do Bundestag (Parlamento alemão), tendo antes disso sido jornalista. Fervoroso defensor da justiça social, mas também da lei e da ordem, acredita que a Alemanha deveria ter reagido mais prontamente às propostas de reforma da União Europeia apresentadas por Paris.

O democrata-cristão terá a responsabilidade de se seguir a mais de 15 anos de sólida governação e elevada popularidade de Merkel. A alemã tinha anunciado em 2018 que iria abandonar o cargo de chanceler alemã este ano, tendo também abandonado a liderança da CDU.

(Notícia atualizada às 12h10)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Já há sucessor de Merkel na liderança da CDU alemã

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião