“Fechar as escolas era liquidar o ano letivo”, diz Marcelo

  • ECO
  • 19 Janeiro 2021

O Presidente da República diz que é "importante que os que confinam percebam que é um problema de todos e façam um esforço adicional no próximo mês e meio a dois meses".

O Presidente da República vê com bons olhos as medidas de reforço do confinamento adotadas pelo Governo. “Houve um passo importante em relação aos fins de semana”, diz o também candidato presidencial, em entrevista ao Correio da Manhã (acesso livre). Sobre as escolas, considera que fechar teria um impacto “dramático”.

“É importante que os que confinam percebam que é um problema de todos e façam um esforço adicional no próximo mês e meio a dois meses”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, isto depois de concordar com o reforço das medidas apresentado pelo Executivo de Costa para tentar evitar a propagação da pandemia.

Nesse reforço de medidas, as escolas ficaram abertas. Marcelo Rebelo de Sousa aponta que, nas escolas, a “grande dúvida surgiu entre o último ciclo do básico e o secundário”. O raciocínio seguido foi o de avaliar “durante 15 dias”, já que “fechar as escolas era liquidar o arranque de ano civil em termos letivos”. “Atropelar este ano letivo era dramático”, aponta o Presidente.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

“Fechar as escolas era liquidar o ano letivo”, diz Marcelo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião