Falha na rede de oxigénio leva Amadora-Sintra a transferir doentes Covid

  • ECO
  • 26 Janeiro 2021

Há atualmente cerca de 300 doentes infetados com o novo coronavírus internados na unidade hospitalar, dos quais 30 em cuidados intensivos.

O Hospital Amadora-Sintra está a transferir doentes com Covid-19 devido a uma falha na rede de oxigénio, segundo avança a TVI (acesso livre). A rede de oxigénio colapsou na noite desta terça-feira e todos os doentes que necessitam de assistência respiratória estão a ser encaminhados para o Hospital Santa Maria e para o Hospital Militar, ambos em Lisboa.

Há atualmente cerca de 300 doentes infetados com o novo coronavírus internados na unidade hospitalar, dos quais 30 em cuidados intensivos (onde há apenas uma cama vaga), de acordo com dados recolhidos pela TVI. Todos eles serão transferidos para a unidade hospitalar de Lisboa. O Público (acesso livre) noticia também que o hospital tinha feito um reforço dos postos de oxigénio, mas que a rede de oxigénio baixou para níveis de risco.

Estão a ser requisitados todos os enfermeiros para ajudarem nesta transferência, que tem caráter de urgência. Um dos enfermeiros que trabalha no hospital, Mário Macedo, usou o Twitter para descrever a situação: “não houve capacidade para mais”, conta. Devido à pressão do agravamento do número de casos de Covid-19, o Amadora-Sintra tinha transferido pacientes para o Algarve, na semana passada.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Falha na rede de oxigénio leva Amadora-Sintra a transferir doentes Covid

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião