Wall Street cede mais de 2% após desilusão com resultados das cotadas

A desilusão dos investidores com os resultados de alguns cotadas abalou os principais índices norte-americanos. Wall Street desceu mais de 2% com o Dow Jones a registar a maior queda em três meses.

A sessão desta quarta-feira foi a pior para o Dow Jones desde outubro e o S&P 500 caiu de tal forma que apagou os ganhos que tinha registados desde o início do ano. Assim se ilustra um dia vermelho em Wall Street, com os principais índices norte-americanos a cair mais de 2% após a desilusão dos investidores com os resultados de algumas cotadas.

O Dow Jones desceu 2,05% para os 30.302,31 pontos, a maior queda diária em três meses, o Nasdaq desvalorizou 2,61% para os 13.270,6 pontos e o S&P 500, que tinha atingido um máximo na sessão anterior, cedeu 2,57% para os 3.750,8 pontos. No caso do S&P 500, a queda foi suficiente para o índice deixar de acumular um ganho desde o arranque de 2021, passando para terreno negativo (-0,1%).

O que explica este dia vermelho em Wall Street como não se via há meses? A queda é explicada pela desilusão dos investidores face aos lucros de algumas cotadas que divulgaram resultados. É o caso da Boeing, cujas ações desceram mais de 4%, que reportou prejuízos recorde de 11,9 mil milhões de dólares por causa da crise pandémica e a proibição de voo do modelo 737 Max.

A negociação fica também marcada pela decisão da Fed de manter as taxas de juro diretoras perto de zero e de não fazer nenhuma mudança à compra de ativos.

Nas últimas semanas, os índices norte-americanos têm subido à boleia do otimismo com o processo de vacinação e os estímulos orçamentais propostos pela nova administração Biden.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street cede mais de 2% após desilusão com resultados das cotadas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião