Norges Bank consegue segundo maior ganho de sempre em ano de vírus

Os investimentos do fundo em imobiliário desvalorizaram 0,1%, enquanto as obrigações ganharam 7,5% e as ações 12,1%. Dentro da última, foram as tecnológicas norte-americanas que mais brilharam.

O fundo de pensões da Noruega conseguiu, em 2020, o seu segundo melhor ano de sempre. Apesar de a pandemia ter penalizado as bolsas, a aposta nas tecnológicas norte-americanas compensou. O Norges Bank obteve um retorno de 10,9% ou 1.070 milhões de coroas norueguesas (equivalente a cerca de 102,5 mil milhões de euros), num ano caracterizado pela incerteza e por grande volatilidade.

“Apesar de a pandemia ter deixado uma marca em 2020, foi ainda assim um bom ano para o fundo. O retorno geral do fundo em 2020 foi o segundo mais elevado desde 1998, medido em coroas norueguesas“, diz o governador do Banco Central da Noruega, Oeystein Olsen, em comunicado. “No entanto, este elevado retorno também nos lembra que o valor de mercado do fundo é pode variar muito no futuro”, alerta.

O surto de Covid-19 teve consequências para o fundo, de acordo com o responsável pela estratégia de investimento Nicolai Tangen, que aponta a acentuada queda do valor dos ativos no primeiro trimestre, seguido de uma forte recuperação. “O ano como um todo foi caracterizado por flutuações brutais no mercado e grandes diferenças entre setores“, aponta.

E essas diferenças notaram-se nos vários ativos onde o Norges Bank investe. O imobiliário, por exemplo, desvalorizou 0,1%, enquanto as obrigações ganharam 7,5% e as ações subiram 12,1%. Dentro desta última última categoria, foram as tecnológicas norte-americanas que deram o maior contributo.

As empresas de tecnologia tiveram o maior retorno em 2020, de 41,9%. Isto aconteceu principalmente porque a pandemia resultou num massivo aumento na procura por produtos para realizar trabalho, edução, comércio e entretenimento online”, explica Tangen.

No final do ano, o fundo soberano detinha ativos avaliados em 10,914 biliões de coroas norueguesas (cerca de 1,05 biliões de euros), dos quais 72,8% alocados a ações, 2,5% a imobiliário e 24,7% a obrigações. Em Portugal, investe em cerca de 20 ações (especialmente do PSI-20) e detém ainda seis investimentos em dívida.

Retornos anuais do Norges Bank

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Norges Bank consegue segundo maior ganho de sempre em ano de vírus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião