Petróleo supera fasquia dos 65 dólares em Londres para máximos de um ano

Depois de superar os 60 dólares em Nova Iorque, a cotação da matéria-prima ultrapassou a fasquia dos 65 dólares em Londres.

O petróleo continuar a ganhar a valorizar nos mercados internacionais. Depois de superar os 60 dólares em Nova Iorque, a cotação da matéria-prima ultrapassou a fasquia dos 65 dólares em Londres.

O Brent segue a ganhar 0,9%, a cotar nos 64,90 dólares por barril, mas chegou a avançar até um máximo de 20 de janeiro de 2020, ao tocar nos 65,62 dólares, de acordo com dados da Reuters.

A mesma tendência observa-se nos EUA, com o West Texas Intermediate a ganhar 0,8%, para 61,60 dólares por barril, estando também a ser transacionado em máximos de mais de um ano.

Petróleo acelera. Supera os 65 dólares em Londres

As cotações do petróleo acentuam, assim, os ganhos recentes, sendo este movimento explicado em grande parte pelas condições meteorológicas adversas para a produção da matéria-prima nos EUA, que levou ao encerramento de refinarias. A perspetiva de redução da oferta dá ânimo aos preços da matéria-prima.

A puxar pelas cotações tem estado também o otimismo dos investidores quando aos efeitos dos programas de estímulo dos dois lados do Atlântico, com maior expressão nos EUA. Isto numa altura em que a vacinação contra a Covid-19 aumenta as perspetivas quanto ao aligeirar das restrições que têm travado as maiores economias.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo supera fasquia dos 65 dólares em Londres para máximos de um ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião