Banco Montepio fecha 2020 com prejuízos de 80,7 milhões

Banco realizou provisões avultadas para fazer face a eventuais perdas por incumprimento dos créditos. Reestruturação em curso custou já mais de 35 milhões.

O Banco Montepio passou de lucros a prejuízos em 2020, apresentando um resultado líquido negativo de mais de 80 milhões de euros. Contas da instituição liderada por Pedro Leitão foram penalizadas pelas provisões para malparado, mas também pelos custos de reestruturação.

Depois de lucros de 21,7 milhões em 2019, “os resultados líquidos apurados em 2020 situaram-se em -80,7 milhões de euros influenciados pelo impacto desfavorável induzido pela pandemia do Covid-19 materializada, principalmente, no reforço da imparidade para riscos de crédito, bem como pelos custos não recorrentes relacionados com o plano de ajustamento em curso (35,1 milhões de euros)“, diz o banco em comunicado à CMVM.

Relativamente ao reforço de imparidades, “relacionado com o aumento do risco de crédito com origem na pandemia, foram registadas imparidades que totalizaram 77,5 milhões de euros representando uma componente relevante no valor da imparidade relevada pelo Banco Montepio no exercício de 2020 e que ascendeu a 185,1 milhões”, explica o banco.

O Montepio revela que, no final de 2020, a “qualidade da carteira de crédito, avaliada pela proporção dos non performing exposures (NPE) sobre o total do crédito, registou uma evolução favorável tendo passado de 12,2% em 31 de dezembro de 2019 para 10,4% no final de 2020″. A cobertura dos NPE subiu para 60,4%.

Mais crédito, 38 mil moratórias

O ativo total do Banco Montepio ascendeu a 17.941 milhões de euros, comparando favoravelmente com o valor de 17.740 milhões de euros relevado em 31 de dezembro de 2019. E o produto bancário core, excluindo o impacto aportado pela dívida subordinada emitida, cifrou-se em 375,6 milhões de euros.

Em 2020, o crédito a clientes cresceu para 12.357 milhões de euros, uma “inversão da tendência decrescente observada nos últimos anos”, ao mesmo tempo que os depósitos de clientes ascenderam a 12.502 milhões, um nível idêntico ao do ano anterior. “A margem financeira ascendeu a 242,8 milhões em 2020, comparando com 254,2 milhões registados em 2019, e reflete os efeitos adversos causados pela pandemia Covid-19”, nota o banco.

O Montepio “concedeu 38 mil moratórias que totalizaram 3,2 mil milhões de euros com referência a 31 de dezembro de 2020″, enquanto no que toca às linhas de crédito criadas no âmbito da resposta à crise pandémica, regista-se a concessão de 367 milhões.

Já saíram 241 colaboradores

O Banco Montepio teve autorização da Segurança Social, em 2020, para avançar com o despedimento de até 400 pessoas, até setembro de 2023, no âmbito de um grande processo de reestruturação. Esse processo, que deverá levar à saída entre 600 e 900 funcionários, já está em marcha, sendo realizado através de despedimentos, rescisão mútua e reformas antecipadas.

Em 2020, o banco liderado por Pedro Leitão arrancou com esse processo. “O número de colaboradores reduziu-se em 241 durante o ano de 2020, como resultado das reformas por limite de idade, do programa de reformas antecipadas e rescisões por mútuo acordo”, diz em comunicado, salientando que foram encerrados 37 balcões.

“Os custos operacionais totalizaram 291,4 milhões em 2020, face aos 264,0 milhões contabilizados em 2019, evidenciando essencialmente o impacto do plano de ajustamento do quadro de colaboradores de 28,3 milhões, registados em custos com o pessoal, e, em menor grau, do encerramento de balcões de 1,2 milhões”, salienta o banco.

(Notícia atualizada às 10h01 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco Montepio fecha 2020 com prejuízos de 80,7 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião