Queda das tecnológicas deixou Wall Street sem rumo

Principais índices de Nova Iorque fecharam a última sessão da semana sem tendência definida. Quedas da Microsoft, Facebook e Alphabet pesaram em Wall Street.

Wall Street fechou a última sessão da semana sem tendência definida, num dia em que os investidores trocaram títulos do setor da tecnologia e apostaram em setor mais cíclicos, à espera de uma retoma da economia após o impacto da pandemia.

Empresas do setor industrial lideraram os ganhos no S&P 500, com as fabricantes de maquinaria pesada Deere e Caterpillar a somarem 9,6% e 5,08%, respetivamente.

Outros setores cíclicos como o financeiro, energia e matérias-primas também subiram mais de 1%. E o índice S&P 500 airlines avançou quase mais de 3% com os investidores a anteciparem um regresso dos voos.

Por outro lado, as ações da Microsoft, Facebook e Alphabet (dona da Google) perderam entre 0,8% e 3%, numa semana negativa para o setor tecnológico.

Em relação aos principais índices de Nova Iorque, o S&P 500 perdeu 0,18% para 3.906,73 pontos e o industrial Dow Jones fechou sem variação face à sessão anterior. Já o tecnológico Nasdaq fechou em alta de 0,07%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Queda das tecnológicas deixou Wall Street sem rumo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião