WhatsApp vai mesmo avançar com nova política de privacidade, apesar das críticas

  • ECO
  • 19 Fevereiro 2021

Apesar das críticas, o WhatsApp vai mesmo avançar com a aplicação da nova política de privacidade, mas garante que permitirá aos utilizadores lerem as novas regras "ao seu ritmo".

O WhatsApp vai mesmo avançar com a implementação dos novos termos e condições, apesar das reações negativas de milhares de utilizadores, que criticaram o facto de a aplicação começar partilhar dados pessoais com o Facebook, avança a Reuters.

A partir de janeiro, a aplicação de mensagens começou a informar os utilizadores de que estava a preparar uma nova política de privacidade, segundo a qual poderia partilhar os dados dos utilizadores com o Facebook e outras empresas do grupo. A mudança serviria como base ao lançamento de novas ferramentas para negócios na app.

Mas a decisão gerou uma onda de críticas, depois de noticiado que os novos termos permitem ao WhatsApp partilhar os dados pessoais dos utilizadores com o Facebook. Milhares acabaram por optar por aplicações concorrentes e focadas na privacidade, como o Signal e o Telegram, levando o WhatsApp a suspender a iniciativa.

Perante a polémica, o WhatsApp adiou a revisão das políticas para maio e veio defender que a decisão foi mal compreendida e interpretada. Para a aplicação, a atualização permite apenas que os utilizadores enviem mensagens a empresas e não afetará as conversas pessoais, assegura.

Houve poucas novidades desde então… até agora: a app veio informar que vai mesmo prosseguir com a revisão da política de privacidade, mas assegura que vai dar tempo aos utilizadores para que a leiam “ao seu próprio ritmo”.

A aplicação pretende ainda implementar um banner com informações adicionais. Nesse sentido, nas próximas semanas, a aplicação de mensagens vai começar a lembrar os utilizadores para que leiam e aceitem as atualizações, de modo a continuarem a usar a app.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

WhatsApp vai mesmo avançar com nova política de privacidade, apesar das críticas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião