BRANDS' PESSOAS Competências específicas durante e pós-pandemia

  • PESSOAS + EY
  • 22 Fevereiro 2021

Como podemos reter talento através da atualização dos nossos sistemas de Avaliação de Desempenho? Maristela Abreu, Senior Consultant EY, People Advisory Services, responde.

Não é novidade que esta pandemia veio revolucionar as empresas e a maneira em que os nossos colaboradores, seja em trabalho remoto ou presencial, se têm dedicado ao alcance contínuo dos resultados nas organizações.

Houve uma necessidade de adquirir competências comportamentais (específicas) abruptamente e em tão pouco tempo, que auxiliaram muitas organizações a continuarem a atuar no mercado. Estas competências específicas na verdade já eram conhecidas, mas raramente imprescindíveis e pouco avaliadas em comparação com outras competências comportamentais mais tradicionais. Neste sentido, enquanto vivemos e ultrapassamos tempos extraordinários, os nossos sistemas de Avaliação de Desempenho (AD) devem também acompanhar esta evolução.

Como organizações, devemos atualizar os nossos sistemas de AD com o propósito de incluir as novas competências exigidas dos nossos colaboradores a nível global. Os colaboradores devem não só ser avaliados com base nos seus objetivos anuais, competências comportamentais e técnicas, bem como os Key Performance Indicators (KPIs) já definidos para as suas funções, mas também com base nesta adaptação célere que a pandemia exigiu de todos nós.

É essencial desenvolvermos estas competências específicas, que são e serão valorizadas durante e após a pandemia. Abaixo menciono apenas quatro competências específicas que considero cruciais, mas não, de todo, as únicas relevantes:

  1. Adaptação e Resiliência – Hoje em dia a adaptação a novas realidades é fundamental. Os Colaboradores devem adaptar-se a trabalhar tanto no escritório quanto em casa, ou em qualquer lugar que for oportuno, o que implica ter a capacidade de desenvolver diversas habilidades pessoais de resiliência, flexibilidade, organização e comunicação. Esta nova realidade testa de forma constante a resiliência de cada um, não só a nível profissional, mas também a nível pessoal. Devemos ser resilientes e encarar as situações de forma positiva, contribuindo proativamente para a melhoria dos processos da organização.
  2. Comunicação e Melhoria Contínua – Novos enquadramentos e métodos de trabalho, requerem inevitavelmente novas abordagens e competências ao nível de comunicação. É importante o desenvolvimento de capacidades de colaboração, o que implica a utilização de novas ferramentas e o desenvolvimento de competências ao nível comunicativo. O trabalho remoto por exemplo, implica conseguir transmitir informações de forma eficiente, eficaz e consistente aos nossos clientes, parceiros e colegas de trabalho.
  3. Trabalho em Equipa – Mais do que nunca é importante não só manter a produtividade individual, mas também ser capaz de identificar lacunas da sua equipa e ajudar a motivar todos os elementos para que estejam todos a trabalhar com rumo ao mesmo objetivo.
  4. Ética de Trabalho, Organização e Responsabilização – Ser capaz de se organizar e ter uma visão clara da sua função e do contributo que tem nos resultados da empresa é substancial. A produtividade é chave para conseguir ultrapassar os desafios impostos pelos eventos económica/globais. Ter vontade e capacidade de desenvolver recorrentemente as suas competências é um fator decisivo. O importante é estar disponível para uma evolução constante que possa enriquecer o seu contributo para a empresa, no âmbito da sua função. Quando o Colaborador se torna mais eficiente através da sua organização pessoal, o mesmo contribui para a eficiência da equipa e consequentemente da Organização.

Com a atualização dos nossos Sistemas de AD com as competências exigidas a nível global, garantimos que as nossas pessoas são avaliadas de forma justa, clara, concisa e transparente a nível contínuo. Só assim conseguimos reter os nossos talentos e garantir que tenham uma carreira sólida.

Se tiver interesse, subscreva aqui as comunicações da EY Portugal (convites, newsletters, estudos, etc).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Competências específicas durante e pós-pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião