Nova equipa médica alemã já chegou a Portugal

Nova equipa estará no Hospital da Luz por mais 21 dias. "É com enorme agradecimento que recebemos a segunda equipa alemã que vem substituir a primeira", disse o secretário de Estado da Saúde.

Uma nova equipa médica alemã já chegou, esta terça-feira de manhã, a Portugal para substituir os profissionais de saúde militares que estão no Hospital da Luz, em Lisboa, desde o início de fevereiro. Os militares aterraram na base aérea de Figo Maduro, em Lisboa.

“Desde 3 de fevereiro, o Bundeswehr [Forças Armadas da Alemanha] tem vindo a prestar apoio num hospital em Portugal na luta contra o corona[vírus]. Uma equipa de 26 membros gere uma unidade de cuidados intensivos. Nestes dias, será substituído. Durante mais 21 dias, uma nova equipa de serviço médico dirige-se a Lisboa“, escreveu o Ministério da Defesa alemão no Twitter.

O dia chegou e os novos profissionais de saúde já aterraram em território português e o pessoal médico no Hospital da Luz está pronto para passar a pasta aos profissionais de saúde. Para marcar o momento, o serviço médico das Forças Armadas partilhou um vídeo no Twitter com os militares a embarcarem no avião, ainda na Alemanha.

À espera dos militares, em Figo Maduro, encontra-se o secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, que agradeceu a ajuda alemã no combate à pandemia em Portugal. “É com enorme agradecimento que recebemos a segunda equipa alemã que vem substituir a primeira. Estou certo que esta segunda equipa também dará um excelente contributo“, disse.

A primeira equipa, que ficou a trabalhar no Hospital da Luz, era constituída por 26 profissionais de saúde militares (oito médicos e 18 enfermeiros). Chegaram a Portugal no dia 3 de fevereiro e consigo trouxeram vários materiais hospitalares para ajudar no combate à pandemia: 150 camas, 150 bombas de infusão, 50 ventiladores, entre outros. À semelhança da primeira equipa médica, a segunda também é composto por oito médicos, 18 enfermeiros, mas sem novo material (à exceção do equipamento próprio), segundo avança a RTP.

Diogo Serras Lopes explicou que esta primeira equipa permitiu a criação de oito camas de cuidados intensivos, um contributo “inestimável” que “permitiu aliviar hospitais do SNS [Serviço Nacional de Saúde] como também tratar doentes na ala autónoma [do Hospital da Luz]”. O responsável confirmou que a equipa continuará a trabalhar naquele hospital privado, nas mesmas condições, pois trata-se apenas de uma substituição.

Nota: notícia atualizada às 12h01 com declarações do secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes e às 12h15 com a chegada dos militares a Lisboa

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nova equipa médica alemã já chegou a Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião