Alemanha envia a Portugal 26 profissionais de saúde, 150 camas e 50 ventiladores

O exército da Alemanha vai enviar para Portugal 26 profissionais de saúde, 150 camas e 50 ventiladores, na sequência de um acordo entre os governos alemão e português.

A Alemanha vai enviar a Portugal camas, ventiladores e pessoal médico para apoiar o país no combate à pandemia do novo coronavírus. A ajuda foi acordada entre o Governo alemão e o Ministério da Defesa português, tutelado por João Cravinho.

O anúncio do apoio foi feito pelo Ministério da Defesa da Alemanha no Twitter. A conta oficial do Governo alemão explica que, entre os 26 profissionais de saúde que irão viajar para Portugal, estão médicos, enfermeiros e especialistas em higiene. Está também previsto o envio de 150 camas, 50 ventiladores e 150 bombas de infusão.

Noutra publicação, a Representação Permanente da Alemanha na União Europeia informou que o apoio parte na quarta-feira. A ajuda tem uma duração inicial prevista de três semanas.

“Mesmo em tempos de dificuldades, é importante que nos mantenhamos unidos. A Alemanha vai ajudar Portugal a encarar a pandemia”, indica o Ministério da Defesa.

Numa declaração partilhada nas redes sociais, a ministra da Defesa da Alemanha, Annegret Kramp-Karrenbauer, afirma que “a atual situação é desafiante” e reconhece que a pandemia também exerce “pressão considerável” sobre o sistema de saúde alemão. “No entanto, estamos convencidos de que a solidariedade é essencial nestes tempos”, acrescenta.

“Apoiamos os nossos amigos europeus, também na luta contra o coronavírus. Com o meu homólogo João Cravinho, concordei que as forças armadas da Alemanha enviem pessoal e equipamento médico para Portugal. A solidariedade fortalece a Europa”, acrescenta.

Ministério da Saúde confirma que Portugal aceitou a ajuda da Alemanha

O Ministério da Saúde confirmou esta segunda-feira que Portugal aceitou a ajuda oferecida pela Alemanha. “Na sequência de diversos contactos bilaterais, Portugal aceitou a proposta de colaboração do Governo Alemão para reforço da resposta à Covid -19“, esclarece o Ministério de Marta Temido, recordando que a Alemanha também tinha disponibilizado o seu apoio a outros Estados-membros durante a primeira vaga da pandemia.

O comunicado detalha que Portugal vai receber já esta quarta-feira, 3 de fevereiro, “uma equipa de profissionais de saúde militares com competências ao nível da Medicina Intensiva“. Os profissionais alemães ficarão em Portugal durante três semanas, sendo substituído a cada 21 dias, até ao final de março, se necessário. Além disso, o Governo alemão vai ceder material clínico (ventiladores, bombas e seringas de infusão).

De acordo com o Governo alemão, a equipa terá 26 profissionais de saúde e trará consigo 150 camas, 50 ventiladores e 150 bombas de infusão.

(Notícia atualizada pela última vez às 20h20 com o comunicado do Ministério da Saúde)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Alemanha envia a Portugal 26 profissionais de saúde, 150 camas e 50 ventiladores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião