Adiar segunda dose por duas semanas poderia antecipar vacina da Covid a 200 mil pessoas, diz coordenador da task force

Coordenador da task force para o Plano de Vacinação contra a Covid-19 diz que está a ser estudado o alargamento do período entre doses para atingir as metas.

O coordenador da task force para o Plano de Vacinação contra a Covid-19 aponta que está a ser estudado o alargamento do período entre a toma das doses das vacinas até duas semanas. Tal permitiria antecipar a vacinação para cerca de 200 mil pessoas, adiantou o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo.

Questionado sobre o objetivo de vacinar 80% das pessoas com mais de 80 anos, numa audição no Parlamento, o coordenador sinalizou que “estamos a lutar com constrangimento da vacina da AstraZeneca não poder ser dada para idades superiores a 65 anos”, daí ter sido “concentrado esforço das vacinas”, principalmente as que dão para idades superiores, nestes utentes alvo.

O coordenador admite que não uma opção para atingir as metas é alargar o período entre vacinas, sendo que está a ser estudado se é possível alargar não por uma semana mas até duas semanas, “para conseguirmos antecipar vacinação para 200 mil pessoas”, sublinhou o vice-almirante.

Quanto à última previsão da chegada vacinas a Portugal, à data de 19 de fevereiro, os números apontam para que no primeiro trimestre cheguem 2,5 milhões de vacinas, no segundo 9 milhões, no terceiro 14,8 milhões e no quarto trimestre a estimativa é de 9,5 milhões de vacinas.

“Se previsão se concretizar, a imunidade de grupo (70% doses iniciadas, não é processo completo) é atingido no início de agosto”, reitera o coordenador, na audição, feita a requerimento do PSD, para prestar esclarecimentos sobre o plano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Adiar segunda dose por duas semanas poderia antecipar vacina da Covid a 200 mil pessoas, diz coordenador da task force

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião