Autarquias receberam pedidos para licenciar mais de 46 mil habitações em 2020

Durante 2020, Portugal recebeu quase 20 mil processos de licenciamento para habitações, num total de mais de 46 mil habitações. Número representa descida de 2% face a 2019.

No ano passado, as autarquias receberam quase 20.000 processos de licenciamento para novos projetos de habitação, num total de mais de 46 mil habitações, mostram os dados da Confidencial Imobiliário. Este número representa uma descida de 2% face a 2019, mas supera em 5% o número de projetos a construir. Porto e Lisboa concentraram a maior fatia dos processos.

Foram submetidos a processos de licenciamento 19.955 novos projetos de habitação em todo o país, num total de 46.340 habitações. Em 2019 contaram-se 19.040 projetos (-5%), mas havia mais unidades para licenciar (47.150, +2%), referem os dados, apurados com base nos pré-certificados energéticos emitidos pela Agência para a Energia (ADENE).

Do total de projetos que deram entrada para licenciamento, cerca de 80% dizem respeito a construção nova: 16.035 projetos e 37.410 habitações. Os restantes 20% referem-se a obras de reabilitação: 3.920 projetos e 8.930 habitações.

Numa análise por regiões, Porto e Lisboa concentraram as maiores fatias do investimento. A Invicta reuniu cerca de 480 projetos (3.350 habitações), enquanto a capital contabilizou em pipeline cerca de 400 novos projetos (3.700 habitações). Contudo, em ambas as cidades os números são mais baixos do que em 2019: menos 17% no Porto e menos 16% em Lisboa em termos de número de habitações.

A Confidencial Imobiliário destaca ainda os concelhos de Matosinhos e Vila Nova de Gaia no que toca a nova promoção residencial, registando ambos pipelines em torno dos 1.650 fogos. Braga e Cascais aparecem atrás com 1.200 habitações, seguidos de Vila Nova de Famalicão com 1.030 unidades. Estes dados não permitem, contudo, apurar quantos destes processos é que acabaram por ser aprovados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Autarquias receberam pedidos para licenciar mais de 46 mil habitações em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião