“PRR deve incluir financiamento público de redes de nova geração”, defende Apritel

A Apritel quer rever o Plano de Recuperação e Resiliência para incluir financiamento público de redes de nova geração em locais que não atraem por si só o investimento privado.

A Apritel, associação que representa o setor das comunicações eletrónicas em Portugal, veio esta segunda-feira defender a existência de uma revisão do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), destacando que às redes de nova geração deveria ser alocado financiamento público deste pacote, algo que não acontece neste momento.

“No âmbito da consulta pública em vigor, a Apritel defende a revisão do PRR de forma a incluir uma componente adicional no pilar da transição digital, de financiamento público de redes de nova geração em locais que não atraem por si só o investimento privado”, avançou a associação, em comunicado de imprensa enviado às redações.

A Apritel destaca ainda que é precisamente isso que o “Mecanismo de Recuperação e Resiliência Europeu prevê”, estando tal a ser feito noutros países europeus, como é o caso de “Espanha, França, Itália ou a Alemanha“, pode ler-se no documento.

Para que seja, assim, assegurada uma “cobertura plena da população”, a Apritel defende que seja realizado “um mapeamento detalhado das zonas e a alocação de investimento público à sua cobertura“, exigindo adicionalmente a existência de “políticas equilibradas de incentivo ao investimento dos operadores”.

Desenvolvido com o intuito de colmatar as consequências económicas da pandemia de Covid-19, o Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal vê o seu prazo de consulta pública terminar esta segunda-feira, dia 1 de março.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“PRR deve incluir financiamento público de redes de nova geração”, defende Apritel

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião