Moedas desvaloriza candidatura da IL a Lisboa. “Somos os únicos que podemos derrotar Medina”

Candidato do PSD e CDS-PP à autarquia da capital reage ao anúncio da Iniciativa Liberal de que o partido irá avançar sozinho nas autárquicas, tendo Miguel Quintas como candidato.

Carlos Moedas desvaloriza a candidatura da Iniciativa Liberal à Câmara Municipal de Lisboa. O político social-democrata que tem o apoio do PSD e do CDS-PP para as próximas eleições autárquicas soube este sábado que não irá ter também apoio dos liberais. Em reação, no Twitter, diz ser o único que pode derrotar o atual autarca.

“Para mim nada mudou. Respeito democraticamente a decisão da IL. O meu projeto de mudança cresce todos os dias com apoios das mais diversas áreas”, disse Moedas numa publicação na rede social. “Somos os únicos que podemos derrotar a governação de Fernando Medina. Cada um de nós, Lisboetas, tem a responsabilidade desta escolha“.

Moedas reage assim ao anúncio feito esta manhã pelo líder da Iniciativa Liberal de que irá avançar sozinho nas autárquicas, tendo Miguel Quintas como candidato à Câmara de Lisboa. João Cotrim Figueiredo justificou a decisão dizendo que os “sucessos eleitorais só fazem sentido quando são conseguidos sem atalhos” e reconheceu que a candidatura individual tem “óbvios riscos mediáticos e eleitorais”, mas disse acreditar que estará dentro de seis meses a anunciar uma vitória.

O líder do PSD Rui Rio confirmou na passada quinta-feira a escolha do antigo comissário europeu como um “candidato forte a Lisboa”. Depois de várias “especulações” e de a “pressão” ter aumentado nos últimos dias, o presidente do PSD, deixou claro no final da reunião com Carlos Moedas que “era obrigação” dos social-democratas apresentarem “uma candidatura forte” à Câmara Municipal de Lisboa.

Nesse sentido, Rui Rio considera que a escolha do engenheiro e antigo comissário europeu “é a melhor solução que o PSD tem para apresentar aos cidadãos de Lisboa”. Além do próprio partido, Moedas conta também com o apoio do CDS-PP, depois de, no final de janeiro, os dois partidos terem anunciado que iriam assinar um acordo-quadro para as eleições autárquicas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Moedas desvaloriza candidatura da IL a Lisboa. “Somos os únicos que podemos derrotar Medina”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião