BRANDS' CAPITAL VERDE bp compensa emissões de carbono dos combustíveis

  • Capital Verde + BP
  • 10 Março 2021

O "Drive Carbon Neutral" é o novo projeto da bp que compensa as emissões de carbono dos abastecimentos dos seus clientes de todos os tipos de combustível de gasolina e gasóleo, assim como GPL.

O projeto “Drive Carbon Neutral” (Conduza Carbono Neutro), criado pela bp o ano passado, visa compensar as emissões de carbono de todos os combustíveis – gasóleo, gasolina e GPL – através do programa bp Target Neutral.

Para isso, utilizam créditos de carbono gerados a partir de projetos globais, que financiam a utilização de energias renováveis, baixo carbono e proteção das florestas.

Os créditos de carbono provêm de projetos de redução de carbono, que são verificados e selecionados de forma independente por um painel de ONG. Estes projetos, além de reduzirem as emissões de carbono, também proporcionam benefícios de subsistência em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Em vigor desde o dia 22 de julho de 2020, “este programa é disponibilizado a todos os clientes que adquiram qualquer um dos nossos combustíveis e pode ajudar a compensar mais de dois milhões de toneladas de carbono por ano, o equivalente a retirar cerca de 400 mil carros das estradas”, afirmou Pedro Oliveira, Presidente da BP Portugal.

"Os condutores não precisam de subscrever, comprar um combustível especial ou aderir a um programa de fidelização, precisam apenas de abastecer na BP.”

Pedro Oliveira

Presidente da BP Portugal

Mas em que consiste o bp Target Neutral?

O programa bp Target Neutral nasceu com o intuito de ajudar as pessoas a tomarem medidas para reduzir a pegada de carbono das deslocações diárias, através de três etapas – reduzir, substituir e neutralizar.

Dentro da etapa “reduzir” entram, por exemplo, as opções de utilizar transportes públicos, andar de bicicleta ou até mesmo a pé (em distâncias mais pequenas, por exemplo), em vez do carro particular, bem como evitar viagens desnecessárias.

Quanto a “substituir”, aqui entram pequenas e grandes mudanças. Por exemplo, pode-se começar por usar novos tipos de combustíveis e lubrificantes para os veículos, que fazem uma diferença significativa, tanto no desempenho como nas emissões. Mas, se chegar o momento de mudar ou comprar carro, é aconselhado a que se opte por veículos híbridos ou elétricos.

Por fim, “neutralizar” serve para todas aquelas situações em que ainda não é possível deixar de usar combustíveis que emitam carbono. E é aqui que entra o projeto “Drive Carbon Neutral”, que dá a oportunidade às pessoas – com veículos movidos a combustíveis – de poderem contribuir para a redução da sua pegada de carbono. Para isso, só precisam de abastecer na bp.

“Os condutores não precisam de subscrever, comprar um combustível especial ou aderir a um programa de fidelização, precisam apenas de abastecer na bp. Nós sabemos que os nossos clientes desejam reduzir as emissões de carbono, mas também sabemos que há momentos em que precisam de conduzir para o trabalho, ir às compras ou para visitar amigos e familiares. O programa Drive Carbon Neutral ajuda os nossos clientes a agir face ao carbono e a desempenhar o seu papel na jornada do mundo para a neutralidade carbónica (net zero)”, concluiu Pedro Oliveira.

Créditos de carbono só para projetos de confiança

Nesse sentido, os créditos de carbono têm de ser feitos em projetos que cumpram padrões internacionais e demonstrem que a redução das emissões é real, adicional, permanente e única.

Para saber que os projetos estão de acordo com todos os requisitos, a bp emprega um processo de três etapas:

  1. Seleciona apenas os projetos que cumpram totalmente os requisitos do Código de Boas Práticas da ICROA – a Aliança Internacional para Redução e Compensação de Carbono. Isto significa que são verificados de forma independente face aos padrões internacionais aprovados e estabelecidos no Código (como o Verified Carbon Standard [VCS], Gold Standard ou o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo das Nações Unidas [MDL].
  2. Se algum projeto fizer parte da lista restrita da BP, o Fórum de Seleção de Projetos do bp Target Neutral avalia a robustez e a capacidade que cada um tem de oferecer benefícios socioeconómicos e ambientais, com base na sua contribuição para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. O Fórum compreende ONG independentes que estão envolvidas no setor da compensação voluntária de carbono.
  3. Cada projeto é visitado para garantir que o trabalho de contabilidade de carbono, feito pelos auditores, é da mais alta qualidade. E, também, para examinar aspetos fora do âmbito dos auditores, como os direitos humanos, a saúde e a segurança. Ao visitar os locais dos projetos, a equipa do bp Target Neutral também avalia os vários benefícios socioeconómicos que agregam às comunidades locais.

Nova ambição da bp

O “Drive Carbon Neutral” surge da nova ambição da bp, anunciada em fevereiro de 2020, que consiste em atingir a neutralidade carbónica (net zero) até 2050 e em ajudar o mundo a alcançar o mesmo objetivo. Esta ambição é sustentada por dez objetivos – cinco para as empresas e os outros cinco para conseguirem ajudar o mundo.

No caso das empresas, para que consigam a neutralidade carbónica, os objetivos são:

  • operações com zero emissões líquidas de carbono;
  • neutralidade carbónica no petróleo e gás (zero emissões líquidas de carbono na produção de petróleo e gás numa base absoluta até 2050 ou antes);
  • reduzir 50% na intensidade de carbono dos produtos que vendidos;
  • instalar sistema de medição de metano em todos os principais locais de processamento de petróleo e gás e reduzir a intensidade das operações de metano em 50%;
  • aumentar a proporção de investimento em negócios que não são de petróleo e gás ao longo do tempo.

Já os objetivos para ajudar o mundo a alcançar a neutralidade em carbono baseiam-se em:

  • redirecionar fundos aplicados em campanhas de reputação institucional para ações que promovam políticas de proteção climática;
  • incentivar ainda mais a força de trabalho da bp para atingir objetivos e mobilizá-los para defender as zero emissões líquidas de carbono;
  • redefinir relações com associações;
  • ser reconhecido nos relatórios como líder pela transparência no setor;
  • criar uma equipa dedicada a ajudar, em todo o mundo, cidades e empresas no seu processo de descarbonização.

Desta forma, a bp visa reinventar a energia para as pessoas e para o planeta, a fim de ajudar o mundo a atingir a neutralidade carbónica e, consequentemente, a melhorar a vida das pessoas.

A bp está a fazer o seu caminho para se tornar numa empresa com emissões líquidas nulas de carbono até 2050, ou antes, e ajudar o mundo a atingir o mesmo objetivo. Um ano depois de definir esta ambição, o portfólio de eletricidade e energia de baixo carbono da bp, a nível global, continuou em expansão e integração: em 2020, desenvolveu uma parceria estratégica com a Equinor que marca a entrada da bp no setor eólico offshore e que está definido para desenvolver 4,4 GW de energia; parceria eólica offshore para o desenvolvimento de 3 GW com a EnBW; parceria com a Reliance na Índia para responder a aproximadamente 15% da procura de gás do país até 2023; a Lightsource bp desenvolveu mais de 1,4 GW de energia solar em grande escala; e, neste momento, a bp tem mais de dez mil pontos de carregamento de veículos elétricos em todo o mundo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

bp compensa emissões de carbono dos combustíveis

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião