Corvo é o primeiro com imunidade de grupo. Quanto falta para o resto do mundo?

O Corvo, nos Açores, vai ser o primeiro território na Europa a atingir a imunidade de grupo. Gibraltar e Israel aproximam-se desse objetivo, tendo perto de 50% da população totalmente vacinada.

A ilha do Corvo, nos Açores, vai ser o primeiro território na Europa a atingir a imunidade de grupo. No resto da Europa, e na maior parte do mundo, o caminho ainda é longo, mas há alguns países que se começam a aproximar deste marco: Gibraltar, Israel e Seicheles estão cada dia mais perto do “sonho” da nova normalidade.

A população da ilha do Corvo, a mais pequena dos Açores, começou a receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19 na quarta-feira, processo que termina na próxima semana por faltar vacinar 16 habitantes. São 322 doses no total, para população com mais de 16 anos, exceto pessoas com possíveis reações alérgicas à vacina (que serão vacinados em ambiente hospitalar controlado, fora da ilha). Assim, segundo a Secretaria Regional da Saúde dos Açores, mais de 95% da população residente no Corvo com mais de 16 anos e cerca 85% de toda a população da ilha está vacinado.

De acordo com os dados do Our World in Data, página online da Universidade de Oxford, alguns países já estão a aproximar-se do marco da imunidade de grupo, atingido quando 70% da população estiver vacinada (com duas doses no caso das vacina da Pfizer/BioNTech, Moderna e AstraZeneca). É o caso de Gibraltar onde, segundo os dados de 10 de março, 47,4% de pessoas estão totalmente vacinadas, e também Israel com 46,2% (faltando, respetivamente, 22,6% e 23,8% das populações).

Também Seicheles está perto. Com 27% da população vacinada a 9 de março (faltando, assim, 43%), o Presidente disse, no início do mês, que em meados de março deveria atingir os 70% (ou seja cerca de 70.000 pessoas vacinadas).

Um país que tem vindo a apostar na sua campanha de vacinação são os Estados Unidos da América. O Presidente, Joe Biden, prometeu vacinas para todos os adultos até ao mês de maio. A 10 de março tinham apenas 9,8% da população vacinada, o que mostra o longo percurso que ainda têm pela frente.

Em que fase se encontra a União Europeia?

A 10 de março a União Europeia tinha 3,1% da totalidade da população vacinada. Ou seja, falta 66,9% para o marco da imunidade de grupo. A sua campanha tem sido criticada por muitos Estados-membros, devido à escassez de vacinas, especialmente quando comparada com o programa de vacinação dos Estados Unidos.

Na União Europeia, o país com mais pessoas vacinadas é a Malta, com 8% da sua população (dados de 9 de março). Segue-se a Polónia, com 3,8% (também dados de dia 9).

Portugal está ligeiramente abaixo da média da UE, de acordo com os dados de dia 10. No país, já 2,9% das pessoas foram totalmente vacinadas. Faltam, então, 67,1%, mas o Governo continua a apontar o final do verão como prazo final para a vacinação de 70% da população – também objetivo da UE.

Portugal está atrás de muitos dos seus colegas europeus, como a Dinamarca (3,8%), Lituânia (3,3%), Espanha (3,1%) ou França (3%).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Corvo é o primeiro com imunidade de grupo. Quanto falta para o resto do mundo?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião