Já pode consultar os valores das deduções à coleta a que terá direito no IRS

No Portal das Finanças, cada contribuinte já pode consultar os valores das deduções à coleta a que terá direito na campanha de IRS, que começa a 1 de abril. Tem até dia 31 para reclamar os montantes.

No Portal das Finanças, já se encontra disponível para consulta a lista de todas as despesas que o Fisco irá contabilizar, para cada contribuinte, para fins de dedução à coleta de IRS. Os valores, que podem ser verificados nas respetivas páginas pessoais, poderão ser reclamados até ao final deste mês.

Para além do valor total associado às despesas tidas por cada contribuinte em cada uma das mais variadas categorias — gerais familiares, saúde, educação, lares, habitação e despesas com benefício fiscal de IVA — a página pessoal de cada contribuinte indica ainda quanto este deverá vir a receber durante a campanha do IRS que se aproxima a passos largos.

Neste momento, até mesmo despesas como a renda da casa e os juros do crédito à habitação, que não eram apresentadas nessa plataforma anteriormente, podem ser verificadas.

Caso os valores que estão associados estiverem corretos, não precisa de fazer nada, pois esses montantes serão considerados automaticamente para quem aderir ao IRS automático ou à declaração previamente preenchida.

Mas se os montantes referidos no Portal das Finanças não estiverem corretos, os contribuintes têm até 31 de março para reclamarem esses valores. Porém, tal como esclarece o Guia Fiscal 2021 da Deco, essa reclamação apenas será válida para os casos das despesas gerais familiares e das despesas com benefício de IVA.

No caso das restantes despesas, nos âmbitos da saúde, educação, lares e habitação, o ideal será esperar pelo momento da entrega da declaração anual do IRS, algo que ocorre entre 1 de abril e 30 de junho. Nessa altura, deverá então rejeitar a importação automática dos valores presentes no e-Fatura e preencher manualmente esses campos, de forma a poder corrigir os erros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Já pode consultar os valores das deduções à coleta a que terá direito no IRS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião