Centros de vacinação vão precisar de mais de 5.000 profissionais de saúde

  • ECO
  • 30 Março 2021

Vão ser necessários cerca de 2.500 enfermeiros, 400 médicos e 2.300 auxiliares para se avançar com o plano de vacinação que pretende passar a vacinar mais de 100 mil pessoas por dia.

Portugal já vacinou mais de um milhão de pessoas contra a Covid-19, mas o ritmo de vacinação vai acelerar. Com a chegada de mais doses das várias vacinas, vai arrancar a vacinação em massa, sendo que para isso será necessário contratar mais profissionais de saúde, sendo que a estimativa da task force aponta para a necessidade de mais de 5.000 médicos, enfermeiros e auxiliares.

De acordo com o Público (acesso pago), vão ser necessários cerca de 2.500 enfermeiros, 400 médicos e 2.300 auxiliares, nomeadamente administrativos, para se avançar com o plano de vacinação que pretende passar a vacinar mais de 100 mil pessoas por dia.

O número final de profissionais a contratar ainda está a ser calculado. Muitos destes são profissionais já trabalham no Serviço Nacional de Saúde (SNS), sendo necessário fazer contas às necessidades adicionais para que este plano de vacinação em massa possa avançar quando começarem a chegar a Portugal grandes quantidade de doses das várias vacinas já aprovadas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Centros de vacinação vão precisar de mais de 5.000 profissionais de saúde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião