Costa quer que UE tenha uma “posição coordenada” sobre a vacina da AstraZeneca

Em declarações aos jornalistas, o primeiro-ministro diz que a União Europeia deve ser capaz de adotar "uma posição coordenada, em função das indicações da EMA", quanto ao fármaco anglo-sueco.

O primeiro-ministro disse esta quarta-feira que espera que os técnicos comuniquem aos Estados-membros da União Europeia uma “posição clara” relativamente à forma de proceder quanto à vacina da AstraZeneca, cuja segurança tem sido questionada devido à eventual ligação existente entre a vacina e a formação de coágulos sanguíneos.

Depois da a Agência Europeia do Medicamento (EMA) ter vindo comunicar, ao início da tarde desta quarta-feira, que existe uma possível relação entre ambas as variáveis, António Costa disse, em declarações aos jornalistas, esperar que agora estes “técnicos tenham uma posição clara, compreensível e que dê tranquilidade relativamente ao processo de vacinação”.

Em visita a uma escola em Vila Real, o primeiro-ministro relembrou que, ainda esta tarde, pelas 17h, os ministros da Saúde dos vários Estados-membros irão reunir-se. Isto para que a União Europeia seja capaz de adotar “uma posição coordenada, em função das indicações da EMA”, evitando que os países “tomem decisões” quanto ao fármaco anglo-sueco “cada um por si”.

Destacando a importância de se evitarem tomadas de decisão “unilaterais”, António Costa salientou ainda que as “decisões da EMA” devem ser respeitadas neste contexto. Confessando não ser “especialista em vacinas”, o primeiro-ministro português referiu ainda que “se os técnicos” do regulador europeu “entendem” que os benefícios da vacina da AstraZeneca superam os seus riscos, ele só tem que dizer “muito bem”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Costa quer que UE tenha uma “posição coordenada” sobre a vacina da AstraZeneca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião