PS e PSD alinham-se contra megaprocessos

  • ECO
  • 9 Abril 2021

O Governo já apresentou a estratégia de combate à corrupção, e algumas matérias colhem a aprovação do PSD.

O Governo já apresentou a nova “estratégia de combate à corrupção”, que mexe com regras sensíveis da investigação dos grandes processos judiciais. PS e PSD estarão já de acordo em algumas propostas, nomeadamente o combate aos megaprocessos e o fim da dupla de juízes no Tribunal Central de Instrução Criminal (“Ticão”), Ivo Rosa e Carlos Alexandre, avança o Expresso (acesso pago).

“A Justiça não pode estar fulanizada. Neste momento, qualquer decisão que venha do Ticão está conotada com o juiz Carlos Alexandre ou com o juiz Ivo Rosa e isso não pode acontecer, bem como os megaprocessos”, apontou fonte social-democrata ao jornal. Já a secretária-geral da Associação Sindical dos Juízes alerta que “os grandes processos podem ser separados, mas com essa separação arriscamo-nos a perder o fio à meada dos casos.”

Há algumas matérias nas quais os votos do PSD podem ser determinantes. Isto já que há convergência dos partidos em certas questões, como o fim do duopólio no Tribunal Central de Instrução Criminal, mas BE, CDS, PCP e PAN defendem que o documento do Governo contempla “enunciados genéricos” e “intenções” que precisam de ser concretizados, “a parte mais relevante”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PS e PSD alinham-se contra megaprocessos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião