DS Seguros cresce 64% até março. Foco este ano “é Vida e Saúde,” afirma Luís Tavares

  • António Ferreira
  • 13 Abril 2021

A DS Seguros prepara-se para ultrapassar 100 agências de mediação, superando também a fasquia dos 500 colaboradores nos próximos meses.

Luís Tavares (DS Seguros): “Vamos continuar a dar a oportunidade a vários empreendedores de criarem o seu próprio negócio de sucesso.”

A rede de mediação de seguros da Decisões e Soluções contabilizou mais 64% de receitas até março e tem “objetivos bastante ambiciosos” para 2021, revela o Diretor e Coordenador nacional da rede de mediação de seguros do grupo DS.

Após crescer 41% em receita anual, encerrando 2020 com mais de 25 mil novas apólices na carteira de seguros, “os objetivos para 2021 são continuar a crescer em termos de novas agências”. Confiante, o coordenador nacional da mediadora afirma: “vamos continuar a dar a oportunidade a vários empreendedores de criarem o seu próprio negócio de sucesso, em parceria com a
DS SEGUROS, com a abertura de mais agências um pouco por todo o país,” disse Luís Tavares a ECO Seguros.

Este ano, a rede DS Seguros já adicionou quatro novas agências, nomeadamente em Soure, Pinhal Novo, Alpiarça e Rio Maior”, e quer concluir 2021 com um total de 20 escritórios somados à rede de mediação, superando largamente a centena de agências distribuídas pelo país. Entre as inaugurações projetadas, “temos em fase de abertura/inauguração, a curto prazo, agências em Albufeira, Aveiro, Fafe, Odivelas, Santo Tirso, Algés, Lagos e Leiria”, detalhou o responsável da rede assumindo que o plano estratégico é chegar às 200.

Quanto à faturação das agências, a meta para o volume de negócios “é um crescimento de 50%, o que é de facto extraordinário e mostra bem o potencial e a dinâmica desta área de atividade, especialmente com as ferramentas que a DS SEGUROS disponibiliza às suas agências”, explicou Luís Tavares.

No primeiro trimestre deste ano, “o crescimento da faturação foi de 64% comparando com o primeiro trimestre de 2020,” ano em que a carteira de seguros de empresa representou cerca de 15 milhões de euros.

Os produtos em foco este ano “são Vida e Saúde, que neste primeiro trimestre representaram um crescimento muito expressivo.” Nos seguros Vida, a DS Seguros mantém o ritmo alcançado em 2020. “Neste primeiro trimestre estamos a crescer 58% em Vida e 78% em Saúde, em comparação com o período homólogo”.

Em termos de colaboradores, “vamos também em 2021 aumentar bastante, pois todas as agências estão a reforçar as suas equipas e estamos a dar a oportunidade de muitas pessoas iniciarem uma carreira na mediação de seguros, que é uma carreira profissional estável, com ganhos acima da média e com um potencial de crescimento anual extraordinário”.

Perspetivando o médio prazo, Luís Tavares afirma coerência “com os objetivos e a estratégia dos últimos anos, pois desde a criação da DS SEGUROS há 5 anos, que temos o objetivo de estar junto da população e para isso temos o objetivo de ter 200 agências em Portugal”.

Para Luís Tavares, outro objetivo importante é que “todas as agências consolidem os seus resultados”, pelo que “vamos continuar focados no crescimento de cada agência, de modo a conseguir chegar ao maior número de clientes possível, disponibilizando-lhes assim o nosso aconselhamento”, concluiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

DS Seguros cresce 64% até março. Foco este ano “é Vida e Saúde,” afirma Luís Tavares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião