Aviapartner e WFS na corrida para comprar Groundforce

  • ECO
  • 23 Abril 2021

Três empresas já mostraram ao Governo a sua intenção de comprar a participação da Pasogal na Groundforce: Aviapartner, WFS e Atitlan.

São já três as empresas a comunicarem ao Governo o seu interesse em comprar a participação da Pasogal na Groundforce. De acordo com oJornal Económico (acesso pago), fonte próxima do processo adianta que os belgas da Aviapartner e a multinacional norte-americana WFS mostraram essa disponibilidade.

Isto depois dos espanhóis da Atitlan, tal como apurou o ECO, terem iniciado negociações para comprar a empresa de handling liderada por Alfredo Casimiro. No final de março, o ECO tinha também adiantado que existiam precisamente três interessados na compra da Groundforce, incluindo grandes players internacionais da aviação.

Neste momento, a Pasogal detêm 50,1% da Groundforce, com a TAP a deter os restantes 49,9%, sendo assim acionista minoritário, mas também o principal cliente da empresa. Isto numa altura em que a Groundforce passa por sérias dificuldades financeiras.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Aviapartner e WFS na corrida para comprar Groundforce

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião