Exportações aumentam 6% e importações recuam 5,7% no primeiro trimestre

  • Lusa
  • 28 Abril 2021

“A estimativa rápida relativa ao primeiro trimestre de 2021 aponta para a aceleração das exportações de bens", divulga esta quarta-feira o INE.

As exportações portuguesas de bens aumentaram 6% e as importações diminuíram 5,7% no primeiro trimestre de 2021 face ao período homólogo, divulgou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

“A estimativa rápida relativa ao primeiro trimestre de 2021 aponta para a aceleração das exportações de bens, que terão aumentado 6% relativamente ao período homólogo (-3,2% no quarto trimestre de 2020) e para uma redução menos intensa das importações (-5,7%, face a -9,9% no trimestre anterior)”, avança o INE.

Taxas de variação homóloga trimestrais das exportações

Com a divulgação da estimativa rápida do Comércio Internacional de Bens relativa ao primeiro trimestre, o INE inicia a divulgação antecipada de informação sobre a evolução trimestral das importações e exportações de bens, baseada em informação recolhida até 25 dias após o trimestre de referência.

“Naturalmente, a divulgação mais precoce de resultados comporta uma maior probabilidade de revisões refletindo o menor volume de informação primária disponível, particularmente sobre o último mês do trimestre. Ainda assim, […] a estimativa rápida é em geral muito próxima do resultado habitualmente publicado 40 dias após o trimestre”, refere.

Segundo o INE, a estimativa rápida a 25 dias do Comércio Internacional de Bens constitui um dos elementos necessários para a subsequente estimativa rápida a 30 dias do Produto Interno Bruto (PIB) e não substitui a divulgação de informação mensal a 40 dias, que se manterá, contendo informação mais desagregada, por produto e por país.

O próximo destaque mensal do INE com dados do comércio internacional será divulgado em 10 de maio de 2021 e a próxima estimativa rápida, relativa ao segundo trimestre de 2021, em 28 de julho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Exportações aumentam 6% e importações recuam 5,7% no primeiro trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião