Marcas de seguros: Top 100 mundial desvaloriza 30 mil milhões num ano

  • ECO Seguros
  • 29 Abril 2021

Quinze das 32 marcas europeias que integram o ranking global da Brand Finance para o setor de seguros desceram posições em 2021. A China tem cinco companhias entre as 10 primeiras da tabela geral.

O valor global das 100 marcas de seguros mais fortes e mais valorizadas sofreu impacto da pandemia, afirma o Insurance 100 – 2021, relatório anual da Brand Finance. O ranking anual perdeu cerca de 30 mil milhões de dólares em valor de marca, depreciando 6%, de 2020 para 2021, para 433 mil milhões de dólares (358,2 mil milhões de euros ao câmbio do dia).

A chinesa Ping An mantém-se a marca de seguros mais valiosa (44,8 mil milhões de dólares), enquanto a alemã Allianz, que desvalorizou perto de 19% (em dólares), cede o segundo lugar à China Life. A segunda europeia com maior valor de marca é a francesa Axa, beneficiando de um ganho de 7,3% para cerca de 17,4 mil milhões de dólares, assume este ano o 4º posto na geral (era 5ª em 2020).

Estas são as 10 marcas de seguros mais valorizadas do mundo

Fonte: Brand Finance, Insurance 100 – 2021.

Por causa do peso do mercado chinês em termos do volume agregado de prémios de seguro, as chinesas ocupam cinco dos 10 lugares cimeiros no índice das marcas mais valorizadas. Por países, a China pesa 30,2% do valor total das 100 marcas, seguida dos EUA, com 21%, Alemanha (8,0%), Japão (6,77%) e França, com 5,45% do Valor de Marca somado no índice.

Além do impacto decorrente da pandemia, a depreciação no valor global das marcas de seguros reflete contexto prolongado de taxas de juro baixas, um fator que tem imprimido desaceleração de atividade no setor, nota o relatório.

Da centena de marcas (seguradoras e resseguradoras) constantes da tabela Brand Finance para o setor, entre as 32 europeias que integram o ranking global, 15 desceram da posição que lhes era atribuída em 2020, sendo que os maiores tombos são protagonizados pela Swiss Re (-9 posições) e duas britânicas: Prudential (-14) e Legal & General (-11). Do mercado ibérico, a lista inclui Mapfre (41º lugar do ranking global), a mais valiosa das espanholas, e a Catalana Occidente (90ª da tabela geral).

As 10 europeias mais valiosas do ranking Brand Finance Insurance 100

Fonte: Brand Finance, Insurance 100 – 2021. Apresentação ECO Seguros

Entre outras conclusões, o relatório da Brand Finance destaca a Poste Italiane que, embora desvalorizando 6% no último ano, para 6,2 mil milhões de dólares, mantém-se como a “marca mais forte” na indústria global de seguros, beneficiando de classificação AAA e a cotar 86.2 num rating máximo de 100 pontos no BSIBrand Strenght Index, cujo critério de avaliação pondera métricas como investimento em marketing, estrutura de stakeholders e desempenho empresarial.

Na perspetiva do estudo, que afina parte de relatório divulgado em janeiro com as 500 mais valorizadas (todos os setores), o valor de marca – aferido com base no método “Royalty Relief”, certificado por norma internacional (ISO 10668) – deve ser entendido como o “benefício económico líquido que uma empresa estaria disposta a pagar pela (sua) marca, caso não fosse a sua proprietária”.

Já a fortaleza da marca, calculada através do BSI supõe o rendimento de uma marca em função de determinados intangíveis, como fatores emocionais, desempenho financeiro e sustentabilidade, entre outros, na relação com os concorrentes de mercado. O valor da marca considera elementos BSI, a taxa de royalty associada à marca e as receitas (royalties) que podem ser geradas pela marca em si.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Marcas de seguros: Top 100 mundial desvaloriza 30 mil milhões num ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião