Ganhos de mais de 1% em Lisboa animam PSI-20

Várias cotadas do índice de referência nacional registaram ganhos acima de 1%, impulsionando o desempenho do PSI-20. Dia foi positivo pela Europa, de olhos postos na recuperação económica.

A bolsa nacional arrancou a semana e o mês a marcar pontos, num dia de valorizações entre 1% e 2% de várias cotadas do PSI-20. A praça lisboeta seguiu assim o sentimento positivo das congéneres europeias, animadas pelas perspetivas de recuperação da economia após a queda devido à pandemia.

O PSI-20 avançou 1,59% para os 5.131,21 pontos, máximos de 11 de janeiro. Entre as 18 cotadas do índice de referência nacional, a grande maioria fechou a sessão a valorizar, enquanto quatro acabaram por ficar em “terreno” negativo.

A liderar os ganhos ficou a Nos, que somou 2,28% para os 3,226 euros, seguida pelos CTT, cujos títulos avançaram 2,24% para os 3,88 euros nesta sessão. A puxar pelo PSI-20 encontra-se a Galp Energia, que subiu 2,10% para os 9,812 euros, num dia em que o petróleo regista ganhos de mais de 1% nos mercados.

A família EDP contribuiu também para o desempenho do índice de referência nacional, depois da EDP Renováveis anunciar que fechou mais um contrato de fornecimento de energia limpa em Espanha, que vai elevar para 426 MW a capacidade assegurada pela empresa portuguesa no país vizinho. A eólica ganhou 2,12% para os 20,24 euros, enquanto a casa-mãe EDP subiu 1,86% para os 4,708 euros.

EDP ajuda bolsa em dia de ganhos generalizados

Destaque ainda para os ganhos de 1,48% da Jerónimo Martins e de 1,04% do BCP. Já a Mota-Engil subiu 0,43% para os 1,40 euros, depois de ter dito este fim de semana que “a breve trecho, possa ter início a oferta pública de subscrição através da qual se concretizará o aumento de capital” de 100 milhões de euros.

Por outro lado, nas perdas, encontra-se a Ibersol, que anunciou este fim de semana que passou de lucros a prejuízos em 2020, tendo registado um resultado líquido negativo de 55,3 milhões de euros devido ao impacto da crise pandémica. Os títulos da empresa afundaram 5,64% para os 6,02 euros.

Pela Europa o dia foi positivo, animado pelas perspetivas de recuperação da economia. O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,5% no primeiro dia de negociação em maio, bem como o francês CAC 40. Já o alemão DAX avançou 0,6% e o espanhol IBEX 35 somou 0,8%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ganhos de mais de 1% em Lisboa animam PSI-20

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião