Reclamações dos serviços públicos aumentam quase 40% até abril. IMT, SNS e Segurança Social lideram queixas

Registaram-se cerca de cinco mil reclamações dirigidas aos serviços públicos no Portal da queixa nos primeiros quatro meses deste ano.

O setor público recebeu cerca de cinco mil reclamações nos primeiros quatro meses do ano, um aumento de quase 40% face a 2020, segundo uma análise do Portal da Queixa. O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a Segurança Social são as entidades com mais queixas dos consumidores.

Registaram-se 5.030 reclamações dirigidas aos serviços públicos na plataforma do Portal da Queixa, entre 1 de janeiro e 28 de abril de 2021, mais 37% face ao mesmo período do ano passado, adiantam em comunicado. Os organismos da Administração Pública representam 3.406 queixas do total de reclamações registado no setor público durante os primeiros quatro meses deste ano.

Seguem-se as entidades públicas de saúde (749 reclamações, mais 37% face a 2020) e as Câmaras Municipais (649 queixas, mais 19% face a 2020). Os transportes públicos finalizam a lista, com 226 reclamações, o que representa ainda assim um decréscimo face ao ano passado, numa altura em que a pandemia reduziu a utilização deste serviço.

Olhando para as entidades, é o IMT que lidera as reclamações, tendo sido registadas 1.211 no Portal da Queixa. A maior parte das queixas diziam respeito às “dificuldades na atribuição de carta de condução (tanto para recém-encartados como para a troca de título de condução estrangeira)”, enquanto 7% se relacionavam com falhas nos agendamentos.

Já o SNS recebeu 749 queixas, que se prendiam principalmente com a impossibilidade de ser atendido por um médico (60%) e falta de atendimento telefónico (36%). Quanto à Segurança Social (718 queixas), os consumidores reclamaram da falta de atendimento, tendo sido registadas também queixas relacionadas com apoios financeiros no âmbito da Covid-19.

O Instituto dos Registos e Notariado, por sua vez, registou o maior aumento nas reclamações face ao ano passado, para as 249. A maior parte destas queixas prendem-se com a dificuldade na renovação do Cartão do Cidadão (64%) e a falta de apoio/acompanhamento (23%).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Reclamações dos serviços públicos aumentam quase 40% até abril. IMT, SNS e Segurança Social lideram queixas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião