OMS aprova vacina chinesa Sinopharm contra a Covid-19

Esta é "a sexta vacina a receber validação da OMS para segurança, eficácia e qualidade", nota a entidade.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou o uso de emergência da vacina contra a Covid-19 da Sinopharm. Com esta decisão, anunciada esta sexta-feira, o fármaco chinês torna-se “a sexta vacina a receber validação da OMS para segurança, eficácia e qualidade”, notou a entidade, em conferência de imprensa.

“O acréscimo desta vacina tem o potencial de acelerar rapidamente o acesso à vacina Covid-19 para os países que procuram proteger os profissionais de saúde e as populações em risco”, apontou Mariângela Simão, responsável da OMS, citada em comunicado.

Com base nas evidências disponíveis, a OMS “recomenda a vacina para adultos de 18 anos ou mais, num esquema de duas doses com espaçamento de três a quatro semanas”. A entidade estima que a eficácia da vacina para doenças sintomáticas e hospitalizadas é de cerca de 79%, combinando todas as faixas etárias.

A vacina da Sinopharm tem “requisitos de armazenamento fáceis”, o que a tornam “altamente adequada para situações com poucos recursos”, sinalizou a OMS. Esta é também a primeira vacina que terá um monitor no frasco, isto é, um “pequeno adesivo que muda de cor quando a vacina é exposta ao calor, permitindo que os profissionais de saúde saibam se a vacina pode ser usada com segurança”.

Na União Europeia, há atualmente quatro vacinas contra a Covid-19 aprovadas pela autoridade responsável pelos medicamentos: as da Pfizer, Moderna, Janssen e AstraZeneca. Existem outras quatro que estão a ser alvo de uma revisão contínua por parte do regulador. São elas a vacina chinesa Sinovac, a russa Sputnik, a alemã CureVac e a Novavax.

(Notícia atualizada às 17h05)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

OMS aprova vacina chinesa Sinopharm contra a Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião