Companhias aéreas reforçam oferta para procura inglesa pelo Algarve

Reino Unido colocou Portugal na lista "verde" para viagens e as reservas dos britânicos, sobretudo para o Algarve, dispararam. Companhias aéreas reforçam lugares para responder à procura.

O Reino Unido considerou Portugal um país seguro para viajar e, a partir da próxima semana, os britânicos podem voar para terras lusas. Por isso, a “corrida” às reservas de voos não se fez esperar, sobretudo para o Algarve. A procura é tanto que as companhias aéreas estão a reforçar a oferta em dezenas e mesmo centenas de milhares de lugares.

Boris Johnson anunciou a 8 de maio que Portugal estava dentro da “lista” verde dos seus corredores aéreos e logo nesse dia a easyJet comunicou a disponibilização de 80 mil lugares extra nos voos entre os dois países, para além do relançamento da rota entre Newcastle e Faro. Além disso, a companhia low-cost continua a dar flexibilidade na alteração dos voos e tem promoções a partir de 24,99 euros.

Desde esse dia, foram múltiplas as notícias que foram saindo, dando conta de um disparo nas reservas dos britânicos, que sempre procuraram o Algarve para passar férias. Esta terça-feira, a easyJet trouxe mais novidades: mais 20 mil lugares entre o Reino Unido e Portugal, explicando que, “tal como esperado, assistiu-se a um aumento das reservas no Reino Unido após a revelação desta lista”.

A mesma tendência está a ser sentida pela Ryanair, que também anunciou um reforço nas suas operações entre os dois países: 175 mil lugares extra para Portugal com partida do Reino Unido a partir de 17 de maio. Porto, Lisboa ou Faro são os três destinos à escolha dos britânicos. Em comunicado, a companhia irlandesa refere que tem voos a partir de 9,99 euros para viajar em maio.

Desde o anúncio de Boris Johnson, a imprensa britânica foi noticiando exatamente este disparo nas reservas. Dados da Jet2.com e Jet2holidays, citados pelo The Mirror (conteúdo em inglês), mostram que as reservas para o verão para Faro, Algarve e Madeira dispararam mais de 600% nas 24 horas seguintes ao anúncio e mais de 1.300% quando comparadas com o mesmo período da semana anterior.

Ainda de acordo com o portal portertravel.co.uk, as pesquisas online por férias em Portugal dispararam em mais de 3.000% nos 10 minutos após o anúncio. Gary Piazzon, fundador do site, citado pelo The Sun, classificou Portugal como o “verdadeiro vencedor”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Companhias aéreas reforçam oferta para procura inglesa pelo Algarve

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião