Task force prevê ter 114 mil vacinas por dia para administrar daqui a um mês

O vice-almirante não prevê "grandes constrangimentos" no decurso do plano de vacinação, estimando que no espaço de um mês Portugal tenha "114 mil vacinas por dia para administrar". 

A partir deste segundo trimestre haverá uma maior quantidade de vacinas disponíveis, principalmente a partir do final deste mês, pelo que o coordenador da task force não prevê “grandes estrangulamentos” no processo de vacinação. Estima mesmo que no espaço de um mês Portugal tenha “114 mil vacinas por dia para administrar”.

Temos a expectativa de neste segundo trimestre ter 9,2 milhões de vacinas disponíveis, 11 milhões no terceiro trimestre e 4,6 milhões no quarto trimestre”, disse Henrique Gouveia e Melo, em audição na Comissão de Saúde, no Parlamento.

Esta maior disponibilidade de vacinas permitiu aumentar o ritmo de vacinação em Portugal. Só “nesta semana e na próxima” o país dispõe de cerca de “80 mil vacinas por dia” e dado que há “reservas” Portugal está a administrar “100 mil vacinas por dia”, explicou o coordenador da task force.

Este aumento do ritmo de vacinação é, em larga medida explicado, devido à plataforma de agendamento, que permite aos utentes com mais de 60 anos escolher o local e a data de vacinação, o que permite chegar a mais pessoas. Esta ferramenta “veio aliviar a carga” ao agendamento local, “permitindo vacinar 20 a 30 mil pessoas por dia” a mais, apontou Henrique Gouveia e Melo, acrescentando que a ideia é que este agendamento se torne “dominante”.

Nesse sentido, o vice-almirante não prevê “grandes estrangulamentos” no decurso do plano de vacinação, referindo que o ritmo de vacinação deverá aumentar ainda mais a curto-prazo. “Na última semana de maio e em junho é que começamos a ter uma maior disponibilização de vacinas. Na semana de 14 de junho prevê-se que tenhamos 114 mil vacinas disponíveis por dia”, sinalizou.

Segundo o último relatório divulgado pela Direção-Geral de Saúde (DGS), mais de 2,9 milhões de cidadãos já receberam, pelo menos, uma dose da vacina contra a Covid, o que corresponde a 29% da população portuguesa, das quais mais de um milhão já completaram o processo de vacinação (11% da população). Os dados revelam ainda que depois de os maiores de 80 anos já estarem praticamente todos vacinas, há já 84% das pessoas entre os 65 e os 79 anos com pelo menos uma dose da vacina, sendo que 17% estão completamente imunizados.

O objetivo é ter a população com mais de 60 anos com uma dose da vacina até ao final deste mês, contudo, alguns ACES estão a ter dificuldades em encontrar pessoas nesta faixa etária, pelo que há já alguns agrupamentos de saúde a vacinar os maiores de 50 anos. “Quando atingirmos os mais de 85% começamos ter problemas em encontrar pessoas, por isso, abrirmos as faixas anteriores”, concluiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Task force prevê ter 114 mil vacinas por dia para administrar daqui a um mês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião