Brasileiros constroem 14 apartamentos de luxo em pleno Chiado

Os brasileiros da Aliança Atlântica Asset Management e da Adriparte Gest vão arrancar com a construção de 14 apartamentos de luxo no Chiado. Preços começam em 690 mil euros.

Lisboa continua a somar apartamentos, mas não acessíveis a todos os bolsos. Na baixa da cidade, em pleno Chiado, as obras estão a poucos dias de arrancar e, no final do próximo ano, Lisboa vai ter 14 novas habitações de luxo, cujos preços arrancam nos 690 mil euros.

É no cruzamento da Rua do Alecrim e da Rua de São Paulo, numa das zonas mais nobres da capital, que os brasileiros da Aliança Atlântica Asset Management vão construir 14 apartamentos de luxo — T1 a T3 –, com áreas entre os 88 e os 200 metros quadrados. O “Alure Alecrim” vai contar ainda com um loft e uma townhouse, diz a Sotheby’s International Realty em comunicado, responsável pela comercialização do imóvel.

O projeto foi desenhado pelo arquiteto Samuel Torres de Carvalho e “combina a história das fachadas que mantiveram na traça Pombalina original, com apartamentos luminosos, amplos e equilibrados, marcados por tetos altos, grandes janelas e uma criteriosa escolha de materiais e acabamentos”. As obras arrancam ainda este mês e ficam concluídas em dezembro de 2022.

Os preços dos apartamentos vão de 690 mil euros a 1,35 milhões de euros, adiantou fonte oficial da Sotheby’s Portugal ao ECO. “O centro de Lisboa mantém uma procura muito elevada, quer para residir quer para investir. A procura internacional mantém-se mesmo à distância”, diz o CEO da imobiliária, Miguel Poisson, citado em comunicado, acrescentando que o “Alure” é, “sem dúvida, uma excelente oportunidade de investimento”.

Francisco Quintela, partner da Quintela + Penalva Knight Frank, também responsável pela comercialização do edifício, acrescenta que este projeto “é a perfeita tradução de tudo aquilo que o mercado internacional procura e espera da cidade de Lisboa”, notando ser “muito difícil encontrar outros projetos imobiliários em Lisboa” como este.

Ao ECO, fonte oficial da Sotheby’s adiantou que o edifício pertence à Aliança Atlântica Asset Management, que tem como acionista de referência a Adriparte Gest, uma empresa que focou a maioria da sua atividade na promoção imobiliária no Brasil, onde acabou por constituir uma joint-venture para o desenvolvimento de projetos imobiliários em Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Brasileiros constroem 14 apartamentos de luxo em pleno Chiado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião