Dados positivos de subsídios de desemprego puxam Wall Street para o “verde”

Os dados positivos do número de pedidos de subsídio de desemprego e as tecnológicas levam Wall Street a começar o dia em terreno positivo.

Wall Street abre em terreno positivo à boleia das tecnológicas e dos dados de subsídio de desemprego, que foram melhores que o esperado. Assim, os investidores parecem ter ultrapassado os receios de quarta-feira com a subida da inflação.

Os pedidos de subsídio de desemprego diminuíram nos Estados Unidos na semana que terminou a 8 de maio, face à semana anterior. Foram contados 473.000 pedidos, um número inferior aos 507.000 da semana anterior, segundo dados do Departamento do Trabalho divulgados esta quinta-feira. Segundo economistas consultados pela Reuters, estavam previstas 490.000 inscrições.

Os três principais índices registam todos ganhos na abertura. O Dow Jones ganha 0,11% para 33.624,74 pontos, o S&P 500 avança 0,29% para 4.074,99 pontos e o Nasdaq começa em alta a ganhar 0,92% para 13.150,94 (tendo já passado do 1% nos primeiros momentos da sessão)

Nasdaq lidera impulsionado pelas grandes empresas de tecnologia: Apple (+1,6%), Alphabet (dona da Google, +,59%), Microsoft (+1,5%), Facebook (+0,71%) e Amazon (+0,52%).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dados positivos de subsídios de desemprego puxam Wall Street para o “verde”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião