Com investimento na ferrovia, Alstom quer voltar a Portugal

  • ECO
  • 21 Maio 2021

Alstom esteve afastada do país pela falta de investimento na ferrovia. Agora, é o momento certo para voltar a entrar no mercado português.

Gian Luca Erbacci, responsável pela Alstom (segundo maior construtor ferroviário mundial) disse, em entrevista ao Jornal Económico (link indisponível) que é “o momento certo para voltar a entrar no mercado português“, agora que o Governo voltou a apostar na ferrovia.

A Alstom – e o próprio Gian Luca Erbacci – foi a impulsionadora dos comboios pendulares em Portugal, comprados para a CP e que ainda hoje circulam. Desde então, o responsável reconheceu na entrevista que a empresa esteve afastada do país, mas foi “principalmente pela ausência de grandes projetos ferroviários no mercado português”.

Porém, essa situação pode mudar. “Agora, com o investimento que a CP pretende concretizar – anunciado pelo ministro das Infraestruturas, aliado ao fundo de recuperação da União Europeia –, consideramos que Portugal está pronto para modernizar as suas infraestruturas e o seu sistema de mobilidade. Este é o momento certo para voltar a entrar no mercado português, atendendo à lista de investimentos que Portugal quer realizar“, afirmou.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Com investimento na ferrovia, Alstom quer voltar a Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião